Posts Tagged ‘Trigo’

Agricultor familiar, atenção aos descontos do mês de abril!

segunda-feira, abril 17th, 2017
Cebola, manga, trigo e batata s√£o algumas das culturas beneficiadas pelo b√īnus neste m√™s.

Cebola, manga, trigo e batata s√£o algumas das culturas beneficiadas pelo b√īnus neste m√™s.

A portaria 241, publicada no Di√°rio Oficial da Uni√£o (DOU) no √ļltimo dia 11, trouxe boas novas aos produtores familiares de batata, cara/inhame e de mais sete outras culturas. Trata-se do b√īnus do Programa de Garantia de Pre√ßos para a Agricultura Familiar (PGPAF) vigente neste m√™s.

O b√īnus certifica descontos, ou seja, o abatimento em parcelas de financiamentos do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura familiar (Pronaf), no per√≠odo compreendido de 10 de abril a 09 de maio (ainda restam mais de 20 dias desse prazo). (mais…)

Prática agrícola brasileira é elogiada em livro da FAO!

sexta-feira, janeiro 29th, 2016
O sistema plantio direto (SPD) é uma das técnicas mencionas do livro da FAO - Imagem: Blog Culturas Agrícolas.

O sistema plantio direto (SPD) é uma das técnicas mencionadas no livro da FAO РImagem: Blog Culturas Agrícolas.

No √ļltimo dia 18, a Organiza√ß√£o da Na√ß√Ķes Unidas para Alimenta√ß√£o e Agricultura (FAO) lan√ßou uma publica√ß√£o que destaca pr√°ticas sustent√°veis para a manuten√ß√£o agr√≠cola e aliment√≠cia. A Am√©rica Latina, por sua vez, foi mencionada com duas a√ß√Ķes: a poda de √°rvores para o fornecimento de h√ļmus da Am√©rica Central e o sistema ILPF (Integra√ß√£o Lavoura-Pecu√°ria-Floresta) aqui do Brasil.

Intitulado “Economizar para crescer”, a publica√ß√£o observa o crescimento do rebanho bovino atrav√©s do uso da rota√ß√£o de culturas e pastagens, pontuando a import√Ęncia desse bra√ßo agr√≠cola para o desenvolvimento do setor no Brasil e em outros pa√≠ses latinos.

A prática é elogiada pela especialista em gestão de ecossistemas da FAO, Caterina Batello, que pontua a sustentabilidade produtiva a longo prazo, diversificando os produtos e fugindo da monocultura, ação que segunda ela, dificulta o aumento produtivo causando entre outros males a erosão, que está sendo combatida pela técnica do plantio direto, ação que amplia a cobertura do solo. Além disso, as lavouras são combinadas com espécies de forragem, com função recuperadora dos solos.

A FAO tamb√©m incentiva na publica√ß√£o a ado√ß√£o do sistema agroflorestal, utilizado na Am√©rica Central e cita o exemplo do projeto Quesungual, inicialmente observado em Honduras e que foi adaptado nas lavouras de milho em El Salvador, Guatemala e Nicar√°gua. As florestas plantadas nesse sistema, s√£o podadas para fornecer h√ļmus e assim, agir na recupera√ß√£o do solo.

O livro indica que mais de 42% das calorias ingeridas pelos seres humanos s√£o provenientes do milho, do arroz e do trigo. E s√£o essas as produ√ß√Ķes, segundo a entidade, que devem ser aperfei√ßoadas sustentavelmente para garantir o aumento necess√°rio da produ√ß√£o de alimentos em uma escala pr√≥xima dos 60% at√© 2050.

Por aqui, o destaque ao sistema ILPF, à rotação de culturas e de cobertura, serve de incentivo a rentabilidade e sustentabilidade produtiva. Esperamos que os cultivos agrícolas continuem aderindo a essas práticas, cooperando para o aumento da cadeia produtiva e assim, destacando o Brasil como um adubador do futuro!

Fonte: Exame.

Para práticas sustentáveis, adicione adubação verde!

Você sabia que a adubação verde pode contribuir com o sistema ILPF, bem como com o plantio direto, a rotação de culturas ou a rotação de cobertura?

O uso dos adubos verdes, plantas em sua maioria leguminosas, são responsáveis por reciclar, recuperar, condicionar e melhorar os solos já cansados da produção ou aqueles que já são produtivos, ativando suas características físicas, químicas e biológicas.

Saiba mais sobre os benef√≠cios da aduba√ß√£o verde acessando o site da Sementes Pira√≠. Conhe√ßa as esp√©cies de adubos verdes e suas aplica√ß√Ķes para cada t√©cnica e cultura. No site voc√™ tamb√©m pode localizar um representante mais pr√≥ximo e tirar suas d√ļvidas.

N√£o perca mais tempo e contribua para a sustentabilidade produtiva da sua lavoura!