Posts Tagged ‘tabaco’

Produtores de tabaco do RS comemoraram o fim de 2017 planejando um ótimo 2018

quarta-feira, janeiro 10th, 2018
Plantio da safrinha de milho no pen√ļltimo dia de 2017.

Plantio da safrinha de milho no pen√ļltimo dia de 2017.

O finalzinho de dezembro reservou uma boa surpresa aos produtores de tabaco do Rio Grande do Sul. Em época de resteva da cultura principal foram contemplados com bons volumes de chuva nas semanas das festas. Isso permitiu a intensificação do plantio das culturas de safrinha, em especial milho, soja e feijão.

Al√©m disso, os bons volumes de chuva beneficiaram o milho j√° plantado em algumas lavouras, potencializando o desenvolvimento do gr√£o. Tal como aconteceu em alguns locais que optaram pela safrinha de soja. (mais…)

Maiores produtores de tabaco da √ļltima safra s√£o divulgados pela Afubra!

terça-feira, fevereiro 2nd, 2016
Lavoura de tabaco em Ven√Ęncio Aires. O munic√≠pio ga√ļcho colheu a maior produ√ß√£o da safra 2014/15, segundo a Afubra - Imagem: Divulga√ß√£o.

Lavoura de tabaco em Ven√Ęncio Aires. O munic√≠pio ga√ļcho colheu a maior produ√ß√£o da safra 2014/15, segundo a Afubra – Imagem: Divulga√ß√£o.

A cultura do tabaco √© predominantemente observada no Sul do pa√≠s, com 619 munic√≠pios produtores nos tr√™s estados, totalizando 98% da produ√ß√£o nacional. S√£o 154 mil produtores e 615 mil pessoas participantes do ciclo produtivo rural, gerando receita bruta de cinco bilh√Ķes de reais/ano.

A safra de 2014/15 teve seus dados de colheita apresentados pela Afubra (Associa√ß√£o dos Fumicultores do Brasil). Ven√Ęncio Aires, cidade ga√ļcha, foi o destaque produtivo da safra, com mais de 20 mil toneladas.¬† Completando o p√≥dio, seguem outros dois munic√≠pios do RS, Cangu√ßu (com quase 20 mil toneladas) e S√£o Louren√ßo do Sul (com pouco mais de 18 mil toneladas).

A cidade paranaense de S√£o Jo√£o do Triunfo aparece na sexta coloca√ß√£o com 13.680 toneladas e Itai√≥polis, em SC, ocupa o s√©timo lugar da lista com produ√ß√£o na casa das 13.175 toneladas. No total, a lista com 20 munic√≠pios com maior volume de produ√ß√£o, ranqueia doze cidades ga√ļchas, cinco munic√≠pios do PR e quatro de SC.

A produ√ß√£o de tabaco √© parte da tradi√ß√£o dos munic√≠pios do sul do pa√≠s, al√©m de ser uma importante for√ßa na cadeia econ√īmica e social da regi√£o. Normalmente, as produ√ß√Ķes acontecem em pequenas propriedades, conferindo excel√™ncia ao produto reconhecido internacionalmente, afirma o presidente do SindiTabaco (Sindicato Interestadual da Ind√ļstria do Tabaco), Iro Sch√ľnke.

Confira os detalhes dessa e de outras tabelas que apresentam o perfil da cadeia produtiva de tabaco na safra 2014/15, acessando aqui.

Fonte: Grupo Cultivar.

Adubação Verde na cultura do tabaco.

Voc√™ sabia que a produ√ß√£o sustent√°vel aliada a viabilidade econ√īmica da atividade √© um compromisso do setor fumageiro, al√©m da responsabilidade social, a qualidade do produto e a preserva√ß√£o do meio ambiente?

Pois bem, e √© a√≠ que a aduba√ß√£o verde entra em cena, indo ao encontro desses objetivos, cujos benef√≠cios diretos s√£o: a prote√ß√£o contra eros√£o, estrutura√ß√£o e aera√ß√£o do solo, redu√ß√£o de adubos nitrogenados no caso das leguminosas e ‚Äúquebra‚ÄĚ do ciclo de pragas, doen√ßas, nematoides fitoparasitos e infesta√ß√£o por ervas daninhas.

Conhe√ßa quais adubos verdes s√£o indicados para a cultura do tabaco e suas poss√≠veis aplica√ß√Ķes, acessando o site da Sementes Pira√≠. Leve sustentabilidade ao cultivar, garantia a economia de recursos e a rentabilidade produtiva do solo.

15 de Abril РDia Nacional da Conservação dos Solos

terça-feira, abril 14th, 2015
Imagem: Divulgação Embrapa.

Imagem: Divulgação MAPA/Embrapa.

Calma! Não seria Dia Internacional?! РOs solos são um dos bens mais preciosos que permite a manutenção da vida na terra, afinal os alimentos que estão na nossa mesa, de forma direta ou indireta, saem da terra não é mesmo?

Falamos ent√£o do uso agr√≠cola do solo e da preocupa√ß√£o com o seu uso de forma consciente. Tamanha preocupa√ß√£o resultou com a FAO (Organiza√ß√£o das Na√ß√Ķes Unidas para a Alimenta√ß√£o e a Agricultura) elegendo o ano de 2015 como o Ano Internacional dos Solos, que por meio do grupo de trabalho Alian√ßa Mundial do Solo vem executando a√ß√Ķes que promovem ideias e iniciativas em prol da preserva√ß√£o e recupera√ß√£o dos solos de todo o mundo.

Num olhar mais micro, vemos nossas terras brasileiras com grande potencial para o pleno desenvolvimento da agricultura, com aproximadamente 157 milh√Ķes de hectares destinados √† esse uso. Por√©m, sem a preocupa√ß√£o em manter a sustentabilidade do solo, o que parece pr√≥spero pode virar pesadelo. Na terra em que plantando, tudo d√°, n√£o cuidar do solo pode por em choque esse famoso dito popular.

H√° quem j√° tenha sa√≠do na frente para buscar entre a tecnologia e a sustentabilidade, maneiras de manter a produtividade sem se esquecer de todos os cuidados que os solos merecem. Estamos falando da ind√ļstria fumicultora (tabaco) que j√° aplica em 40% da produ√ß√£o de todos o pa√≠s, as t√©cnicas de conserva√ß√£o – o que coloca o setor em destaque quando comparado √†s demais culturas agr√≠colas.

O desuso de técnicas antigas, tais como a lavração e a gradagem, já são uma realidade nas outras cadeias agrícolas produtivas. Além disso, a possibilidade de informação Рencontradas nas mais diversas formas e meios de divulgação Рe a constante oferta de parcerias com novos processos produtivos como por exemplo: o cultivo mínimo, o programa Microbacias, o Sistema ILPF (Integração Lavoura-Pecuária-Floresta) e a adubação verde, contribuem para trabalhar com a terra de maneira mais sustentável,  mas há muito o que se fazer para conservarmos nosso solos!

No Dia (In)Nacional de Conservação de Solos, fica a dica que #adubarofuturo é proteger nosso bem da terra, o tal palmo de chão sob nossos pés!

Maiores informa√ß√Ķes em: http://ow.ly/LBzTm

Fonte: Grupo Cultivar.

 

 

Piraí apresenta novidades na Expoagro Afubra 2014

segunda-feira, março 24th, 2014

Lan√ßamento da mascote ‚ÄúCrotalino‚ÄĚ e da p√°gina espec√≠fica para a fumicultura brasileira em seu site s√£o algumas das novidades que a Sementes Pira√≠ levar√° √† 14¬™ edi√ß√£o da Expoagro Afubra. A cadeia produtiva do setor de tabaco movimentou R$ 4,5 bilh√Ķes na safra 2011/ 2012, uma produ√ß√£o de 727,5 mil toneladas em 324,6 mil hectares de √°rea, um faturamento 11% maior que √† safra anterior. N√ļmeros como esse revelam a import√Ęncia dessa cultura no pa√≠s. √Č por esse motivo e principalmente pela manuten√ß√£o de um solo produtivo para esta cultura que a Sementes Pira√≠ participa mais uma vez da Expoagro Afubra que ser√° realizada em Rio Pardo, no estado do Rio Grande do Sul entre os dias 25 e 27 de mar√ßo.
Segundo o respons√°vel pelo planejamento e estrat√©gia de marketing da Join Agro, ag√™ncia de marketing da Pira√≠ Sementes, Lu√≠s de Sousa, a nova mascote traz em sua miss√£o divulgar de forma divertida e informativa a sustentabilidade, fator primordial difundido pela empresa. ‚ÄúComo agente, o Crotalino √© alegre e perceptivo, pois representa uma atitude que remete ao futuro e fala de sustentabilidade‚ÄĚ. Obedecendo estes aspectos e principalmente a sua origem, que √© uma crotal√°ria, explicou emendando: ‚ÄúEsperamos a difus√£o do Crotalino no universo da aduba√ß√£o verde‚ÄĚ. (mais…)