Posts Tagged ‘Guandu-anão’

Dia de campo mostrará alternativas de consórcios para segunda safra

segunda-feira, abril 17th, 2017

___________________________________________________________________

Obs: O texto de hoje é uma reprodução integral do excerto de Gabriel Faria, da Embrapa Agrossilvipastoril. Agradecemos e creditamos ao Gabriel todo o conteúdo textual postado abaixo.

Gabriel Faria (mtb 15.624/MG JP)
Embrapa Agrossilvipastoril
agrossilvipastoril.imprensa@embrapa.br
Telefone: (66) 3211-4227

____________________________________________________________________

Crédito da Imagem: Site - Embrapa.

Crédito da Imagem: Site – Embrapa.

Capim com guandu anão, capim com crotalária, girassol com capim, capim com nabo forrageiro e niger. Esses são alguns dos consórcios possíveis de serem utilizados na segunda safra em Mato Grosso e que serão apresentados aos participantes do 7º Dia de Campo sobre Sistemas Integrados de Produção Agropecuária. O evento está com inscrições abertas e será realizado no próximo dia 28, na Embrapa Agrossilvipastoril, em Sinop (MT). (mais…)

Adubação Verde x nematoides na cultura do quiabo

sexta-feira, abril 7th, 2017
Adubação Verde é opção eficiente de controle de nematoides de galha nos quiabeiros, aponta pesquisa paulista - Imagem: Divulgação.

Adubação Verde é opção eficiente de controle de nematoides de galha nos quiabeiros, aponta pesquisa paulista – Imagem: Divulgação.

Pesquisadores do IAC, da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA), Polo de Andradina, e da Coordenação de Assistência Técnica Integral (CATI), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de S.Paulo (SAA) tem estudado como controlar a incidência dos nematoides de galha na cultura do quiabo. E os resultados apontam o manejo com crotalária no pré-cultivo como opção eficaz e 100% parceira do meio ambiente.

No fim do ano passado os dados preliminares da pesquisa foram divulgados, mostrando que a adoção da técnica reduz em torno de 90% a incidência do nematoide no período de pré-plantio, impactando positivamente a cultura posterior da hortaliça. Todo o trabalho acontece no município de Gabriel Monteiro, 550 km distante da capital do estado. (mais…)

Algodão: como aumentar sua produtividade?

terça-feira, novembro 29th, 2016
Campo de pesquisa da Embrapa, localizado na - Imagem: Fabiano Perina/Portal DBO.

Campo de pesquisa da Embrapa, localizado no campo experimental da Fundação Bahia – Imagem: Fabiano Perina/Portal DBO.

Uma pesquisa da Embrapa, que está sendo realizada no campo experimental da Fundação Bahia, está comprovando que o uso de plantas de cobertura pode elevar a produtividade do algodoeiro em até 30% em comparação ao sistema tradicional de cultivo, a monocultura. O estudo quer demonstrar os benefícios das plantas de cobertura na melhoria dos atributos físicos e químicos do solo, o que resulta em melhor aproveitamento da água e maior produtividade da fibra para a cultura comercial.

Júlio Bogiani, responsável pela condução da pesquisa, ressalta os benefícios das plantas de cobertura para a conservação do solo e da água, mantendo a produção superior, mesmo em condições adversas. A região Oeste da Bahia, segundo o pesquisador, vem sofrendo ao longo dos últimos anos com os veranicos prolongados, o que está ocasionando a perda de produtividade das lavouras de algodão. (mais…)