Posts Tagged ‘Feijão’

Alerta vermelho para a Soja Louca II

segunda-feira, novembro 27th, 2017

sojaloucaii_sementespirai

O nematoide Aphelenchoides besseyi, conhecido como Soja Louca II, como o nome popular sugere já é bem conhecido – há mais de uma década – da sojicultura. A novidade, nem tão boa assim, está no alerta dos pesquisadores Maurício Meyer, da Embrapa Soja, e Luciany Favoreto, da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig) sobre a proliferação da praga em novas culturas hospedeiras, o feijão e o algodão.

Normalmente, a praga aparece em regiões quentes e com alto índice de chuvas, tais como os estados do Maranhão, Mato Grosso, Tocantins e Pará. E outras plantas, como ervas daninhas, também podem hospedar esse tipo de nematoide, tal como cordão-de-frade e trapoeraba. (mais…)

Alerta para o mofo branco

segunda-feira, outubro 16th, 2017

mofobranco_sementespirai

Mais uma “praga” que prejudica a agricultura. É assim que podemos chamar o mofo branco, doença causada pelo fungo Sclerotinia sclerotiorum, que vem perturbando o desenvolvimento de lavouras de soja, algodão e feijão em várias regiões do país e que tem por agravante sua disseminação pelas sementes, além do difícil controle.

Variáveis como clima, manejo e o nível de fragilidade da cultura são forças propulsoras para a infestação da lavoura, segundo Augusto César Pereira Goulart, pesquisador da Embrapa Agropecuária Oeste. Outra variável que chama a atenção é o uso das sementes caseiras ou piratas, que normalmente contém escleródio e são excelentes hospedeiras do fungo, que levam cerca de 40% da produtividade das lavouras. (mais…)

Agricultura familiar do MT testa cultivo agroecológico de feijão

quarta-feira, setembro 20th, 2017
Sistema agroecológico de cultivo do feijão é uma UD em teste pela Empaer/MT.

Sistema agroecológico de cultivo do feijão é uma UD em teste pela Empaer/MT.

O Assentamento Caeté, localizado no município de Diamantino/MT, foi o escolhido pela Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer-MT), em parceria com o Instituto Agronômico de Campinas (IAC) e a Embrapa para o desenvolvimento do projeto de cultivo agroecológico de feijão. Seu objetivo é reforçar o cultivo dessa leguminosa pela agricultura familiar.

A Unidade Demonstrativa (UD) está aportando 13 variedades do feijoeiro comum como carioca, rajado, roxo e preto, enquanto 15 outros produtores do mesmo assentamento testam duas variedades recém lançadas pela Embrapa, a BRS Estilo e a BRS Madrepérola. Tal ação conta com apoio financeiro do Instituto Votorantim, em parceria com a Empaer-MT, visando a retomada do policultivo. (mais…)

4ºFórum Brasil – África tratará da agricultura!

segunda-feira, outubro 24th, 2016
Imagem: Instituto Brasil-África.

Imagem: Instituto Brasil-África.

Foz do Iguaçu, Paraná, receberá entre 03 e 04 de novembro o 4º Fórum Brasil-África. Neste ano o tema do evento são as estratégias para o desenvolvimento da agricultura e o evento receberá autoridades e especialistas do Brasil e de países africanos, como Blairo Maggi, ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Brasil, e Akinwumi Adesina, presidente do Banco Africano de Desenvolvimento. O evento é uma promoção do Instituto Brasil África e é apoiado pela Câmara de Comércio Árabe Brasileira.

A agricultura foi escolhida como tema dada a boa relação de diálogo e de negócios entre os dois países. O Brasil já atua no auxílio ao desenvolvimento da agricultura africana por meio de projetos de cooperação técnica entre a Embrapa e a Agência Brasileira de Cooperação em países como Togo, Gana e Angola. Culturas de mandioca, algodão e feijão tem ganhado notoriedade principalmente por conta dos projetos de transferência de tecnologia. (mais…)

Como produzir o ano todo? Diversificando!

quinta-feira, setembro 29th, 2016
Imagem: Divulgação.

Imagem: Divulgação.

Depender de uma única cultura agrícola nem sempre contribui para manter a renda do produtor o ano todo, por isso diversificar a produção tem ganho adeptos Brasil afora, uma vez que a ação trabalha o ano todo com o solo, gerando renda e aparecendo como alternativa de produção.

Um exemplo está em Planaltina (DF) na propriedade de Thiago Falqueto. Seus 18 hectares são uma mostra consolidada das variadas opções que a diversificação oferece: no lugar do milho, vem a soja; do feijão, a abóbora e ao redor das lavouras comerciais, há pomares de abacate e mexerica poncã.

O produtor afirma que optou pela diversificação por conta de um prejuízo sofrido com a lavoura de feijão, na época a única lavoura produtiva da propriedade. A partir desse ocorrido, diversificou e conseguiu recuperar os prejuízos da safra feijoeira, graças as opções fornecidas pelas demais culturas. (mais…)

Agricultura familiar ganha novo estímulo para produzir!

quinta-feira, setembro 8th, 2016
As produções de milho, feijão e arroz, além do leite, são beneficiados pelo novo incentivo do governo - Imagem: Divulgação/Cláudio Bezerra/ Globo Ecologia.

As produções de milho, feijão e arroz, além do leite, são beneficiados pelo novo incentivo do governo – Imagem: Divulgação/Cláudio Bezerra/ Globo Ecologia.

Sempre abordamos aqui ações que estão estimulando o desenvolvimento da agricultura familiar pelo país afora. Dessa vez, a boa nova é de âmbito nacional e marcou o início da safra 2016/17 e também do plano safra da agricultura familiar, em 1º de julho.

Trata-se do incentivo do governo, por meio da Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário, em disponibilizar cerca de 30 bilhões de reais para créditos agrícolas destinados à produção familiar.

Espera-se dessa forma incentivar os pequenos e médios produtores a produzir mais e em especial, produzir alimentos com destino à cesta básica como arroz, feijão, milho e leite. Tais produtos receberam um incentivo a mais, uma vez que seus juros de custeio caíram para 2,5% ao ano. (mais…)