Posts Tagged ‘Consciência Verde’

Colmeia vivas, saudáveis e amigas da agricultura

sábado, abril 22nd, 2017
Imagem:  Projeto Colmeia Viva (site).

Imagem: Projeto Colmeia Viva (site).

As abelhas são peças fundamentais para a manutenção da biodiversidade da flora e podem conviver amigavelmente com a agricultura, cada uma respeitando o seu espaço e ciclo de vida. No estado de São Paulo, para reforçar essa ideia é que, surgiu o Projeto Colmeia Viva, uma união de esforços do setor agrícola para facilitar e melhorar a convivência entre agricultores e apicultores. (mais…)

Conservação dos solos e uma solução chamada Adubação Verde

quinta-feira, abril 13th, 2017

Olá Adubadores! Hoje apresentamos o último texto de nossa série sobre conservação do solo: problemas e soluções. No próximo sábado, 15, é o Dia da Conservação do Solo. Esperamos que esses conteúdos tenham ajudado a entender sobre os danos da não conservação do solo e como as soluções sustentáveis são rentáveis e impactam positivamente a produtividade.

adubacao_verde_compactacao_dos_solos_sementes_pirai_adubar

Também chamada de cobertura vegetal por alguns pesquisadores, a proteção do solo é um dos benefícios ofertados pela técnica

Conservar o solo saudável para receber as culturas comerciais, garantindo sua produtividade, é um desafio e tanto para o futuro da agricultura. Livrá-lo de pragas, doenças, ervas daninhas e da própria compactação tem exigido muito tempo e dinheiro dos produtores. (mais…)

6 maneiras de por fim à compactação do solo

quarta-feira, abril 12th, 2017

Olá Adubadores! Continuamos com nossa série de conteúdos sobre conservação do solo: problemas e soluções. Hoje, traremos não só uma, mas seis maneiras para evitar a compactação. Lembrando que no próximo dia 15 é o Dia da Conservação do Solo.

compacatcao_solos_sementes_pirai_adubarofuturo

Já mencionamos aqui a ameaça que a compactação oferece para o futuro das atividades agrícolas. Hoje, por sua vez, é chegado o momento de mostrar como prevenir essa dor de cabeça. E as diretrizes que apresentaremos a seguir vem diretamente dos EUA, mais precisamente da Ohio State University, que durante 30 anos pesquisou sobre o tema. (mais…)

Conservação dos solos e um problema chamado compactação

segunda-feira, abril 10th, 2017

Olá Adubadores! No próximo dia 15 vamos comemorar o Dia da Conservação do Solo e por isso, durante toda essa semana, traremos aqui uma série de conteúdos que vão te ajudar a entender o que prejudica os solos agrícolas e como conservá-los de maneira sustentável. Hoje vamos falar da compactação: suas causas, consequências e algumas medidas de correção.

compactacaodossolos_sementes_pirai

Além de todas as pragas, doenças e ervas daninhas que a lavoura está sujeita a sucumbir, existe outro fator tão perigoso para o futuro agrícola: a tal da compactação do solo. (mais…)

Avanços da agropecuária sustentável brasileira

quarta-feira, abril 5th, 2017
Crescimento da adoação do sistema ILPF nos últimos cinco anos mostra o compromisso da agropecuária brasileira com a produção sustentável - Imagem: Bruno Lemos/News Rondônia.

Crescimento da adoção do sistema ILPF nos últimos cinco anos mostra o compromisso da agropecuária brasileira com a produção sustentável – Imagem: Bruno Lemos/News Rondônia.

Como anda a adoção do Sistema ILPF (Integração Lavoura-Pecuária-Floresta) por todo o país?

Essa pergunta foi respondida por uma pesquisa elaborada pelo Kleffmann Group, patrocinada pela Rede de Fomento de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta, contando com o acompanhamento técnico da Embrapa Meio Ambiente (SP) e que teve seus resultados divulgados no fim do ano passado. (mais…)

Oportunidade: CNPq abre vaga de pesquisa sobre agroecologia e orgânicos no ES

quinta-feira, janeiro 19th, 2017
A chamada do CNPq visa melhorar o trabalho da agroecologia, do cultivo orgânico e dos sistemas produtivos baseados em tais opções produtivas - Imagem: Assessoria de Comunicação/ Seag (ES).

A chamada do CNPq visa melhorar o trabalho da agroecologia, do cultivo orgânico e dos sistemas produtivos baseados em tais opções produtivas – Imagem: Assessoria de Comunicação/ Seag (ES).

Nosso recado hoje é destinado aos pesquisadores do Espírito Santo! O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) abriu, na semana passada, a Chamada MCTIC/MAPA/MEC/SAF-CASA CIVIL/CNPQ Nº 21/2016. As incrições poderão ser feitas até 10/03 pelo site do Conselho. Foi apresentado o investimento de mais de 10 milhões de reais em pesquisas nas áreas de Agroecologia, Produção Orgânica e promoção dos Sistemas Orgânicos de produção nas modalidades de ensino, pesquisa e extensão.

Atualmente, a agroecologia já é realidade para 300 produtores capixabas, que possuem a certificação orgânica. Tal tipo de produção é reconhecida como boa alternativa socioprodutiva, que valoriza a cultura local e proporciona a internalização do tema nas instituições de pesquisa, ensino e extensão. (mais…)

Adubação Verde fazendo a diferença na Unesp Jaboticabal

sexta-feira, dezembro 16th, 2016

Projeto de Doação de Sementes para adubação verde possibilitou a viabilização de uma das estações experimentais do V Dia de Campo – Culturas de Inverno

Profª Drª Lilian Elgalise (FZEA/USP) no campo de demonstração de aveia-preta - Imagem: Grupo PetAgro.

Profª Drª Lilian Elgalise (FZEA/USP) no campo de demonstração de aveia-preta – Imagem: Grupo PetAgro.

A Sementes Piraí, por meio de seu Projeto de Doação de Sementes para adubação verde, auxilia as Instituições de Pesquisa e Ensino para que estas possam desenvolver seus trabalhos sobre agricultura sustentável, dentro do cerne da adubação verde e cobertura vegetal.

No caso do V Dia de Campo – Culturas de Inverno, evento realizado em 15 de outubro no câmpus da Unesp Jaboticabal – FCAV (Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias – Unesp Jaboticabal), o Projeto teve contribuição importante para a realização da estação experimental do evento sobre adubação verde, manejo e cobertura de solo.

Conversamos com Leonardo Bernache, um dos integrantes do grupo PetAgro (realizador do evento) para conhecer melhor o trabalho desenvolvido: (mais…)

I Feira de Sementes Indígenas de Rondônia

quinta-feira, outubro 27th, 2016
Imagem: Divulgação.

Imagem: Divulgação.

Hoje partilhamos um convite de evento muito especial vindo lá de Rondônia!

Será realizada nos dias 01, 02 e 03 de novembro a I Feira de Sementes Indígenas de Rondônia, “Troca de sementes, troca de saberes” – Sogahy Epariht,  na aldeia Gãpgir, linha 14, Terra Indígena Sete de Setembro em Cacoal.

Sua realização tem como objetivo fortalecer os povos indígenas valorizando os conhecimentos tradicionais relacionados à agrobiodiversidade, a valorização da alimentação tradicional, da gestão territorial e ambiental nas terras indígenas. (mais…)

Tem defensor da adubação verde em Santa Catarina!

quinta-feira, outubro 20th, 2016

Conheça a história de Valdemar Lauro da Silva com a adubação verde na cultura da cebola

Seu Valdemar Lauro da Silva junto à Crotalária-ochroleuca no início da floração - Imagem: Arquivo Pessoal.

Seu Valdemar Lauro da Silva junto à Crotalária-ochroleuca no início da floração – Imagem: Arquivo Pessoal.

Hoje partilhamos mais um testemunho de um produtor que se deu bem utilizando a adubação verde. Seu Valdemar Lauro da Silva tem uma propriedade na comunidade de Barro Preto, situada no município do Alfredo Wagner em Santa Catarina.

Ele cultiva a cebola como cultura comercial principal e conheceu a adubação verde há 25 anos, por meio de uma vista de campo realizada pela Epagri. Na época, seu Valdemar ficou muito decepcionado com a ação dos técnicos, que focavam suas instruções nos implementos e não no solo. Foi então que ele questionou os técnicos e a adubação verde surgiu como opção de cuidado com a terra. A partir daí algumas espécies foram testadas: aveia e ervilhaça foram as primeiras, posteriormente vieram mucunã, feijão-de-porco, milheto, feijão-guandu, nabo-forrageiro, azevém e as crotálarias-juncea, spectabilis e ochroleuca. Em 2008, por fim, foi consolidado um ciclo que se mantém atualmente. (mais…)

Brasil capacita países africanos para o cultivo de algodão!

quinta-feira, outubro 13th, 2016
Retrato de uma das Unidades Comunitárias de Aprendizagem do Projeto C-4 - Imagem: Embrapa.

Retrato de uma das Unidades Comunitárias de Aprendizagem do Projeto C-4 + Togo – Imagem: Embrapa.

O final de agosto foi marcado pela reunião de pesquisadores do Brasil, Benin, Burkina Faso, Chade, Mali e Togo em Mali (África) para a partilha dos resultados de pesquisa envolvendo o cultivo do algodão em sistema plantio direto. A ação iniciou a 2ª fase do projeto de Fortalecimento tecnológico e difusão de boas práticas agrícolas para o algodão nos países do C-4 e Togo, desenvolvido pela Agência Brasileira de Cooperação em parceria com a Embrapa.

O algodão é uma das mais fortes culturas agrícola desses países africanos, porém é preciso incrementar sua produtividade favorecendo uma situação saudável do solo e gerar também a sustentabilidade alimentícia do sistema produtivo, afirmou o o coordenador do projeto Cotton-4 + Togo, José Geraldo Di Stefano.

Ainda neste ano outras reuniões acontecerão com o objetivo de capacitar multiplicadores com ênfase em três pilares do projeto: o sistema plantio direto, o manejo integrado de pragas e a planta do algodoeiro. (mais…)

Combate ao fogo na agricultura é tema de vídeo do SENAR Brasil!

terça-feira, outubro 11th, 2016
Imagem: SENAR Brasil.

Imagem: SENAR Brasil.

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR) está sempre atuando em ações que colaborem para o melhor desenvolvimento agrícola do país. Após capacitar produtores e técnicos sobre a prevenção e o combate ao fogo, a empresa lançou um vídeo para ampliar a difusão de conhecimento entre agricultores de todo o país. O vídeo é fruto da parceria com o Ibama, por meio do Centro Nacional de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais do Ibama, o Prevfogo.

Ao todo o material possui 28 minutos, apresentando técnicas de prevenção a incêndios, como a construção de aceiros e ou linhas de defesa por três métodos diferentes, além de equipamentos e ferramentas utilizadas e as ações para combate ao fogo em caso de incêndio florestal.

O vídeo pontua ações que podem ser executadas por qualquer produtor em todo o país. (mais…)

Unimed Piracicaba celebra primavera com distribuição de Crotalária

sexta-feira, outubro 7th, 2016

____________________________________________________________________

Obs: O texto de hoje é uma reprodução integral do excerto da redação do Jornal de Piracicaba. Agradecemos e creditamos ao Jornal de Piracicaba e à Unimed Piracicaba todo o conteúdo textual postado abaixo.

_____________________________________________________________________

Em iniciativa com Sementes Piraí, iniciativa contempla beneficiários

Kits de sementes Crotalária distribuídas na ação - Imagem: Unimed Piracicaba.

Kits de sementes Crotalária distribuídas na ação – Imagem: Unimed Piracicaba.

Para marcar o início da Primavera, a Unimed Piracicaba distribuiu, entre os dias 22 e 23 de setembro, 1.000 kits de sementes de Crotalária para beneficiários que passassem pelo Hospital Unimed Piracicaba e pela sede comercial. Em parceria com a Sementes Piraí, a atividade integra o calendário de ações do Programa Humaniza Unimed  e departamento de RSA (Responsabilidade Socioambiental) da cooperativa.

“Nossa instituição se preocupa com o futuro da comunidade, por isso promove iniciativas de sustentabilidade para conscientizar a população sobre a importância  da preservação da flora”, disse Carlos Joussef, presidente da Unimed Piracicaba.

As sementes distribuídas são de uma pequena leguminosa que dá flores amarelas. Elas podem ser plantadas em terrenos baldios, quintais, jardins, vasos e nas margens dos rios. De acordo com o engenheiro agrônomo da Esalq (Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz), José Aparecido Donizeti Carlos, as flores de Crotalária atraem as libélulas, que põem seus ovos em água limpa e parada. “As larvas da libélula devoram as larvas do Aedes aegypti e, depois de adultas, as libélulas também  se alimentam do mosquito transmissor da dengue”. (mais…)

Curso: Recomposição da vegetação do Cerrado!

terça-feira, outubro 4th, 2016
Registro de um dos momentos de campo do curso "" - Imagem: Breno Lobato/Embrapa.

Registro de um dos momentos de campo do curso “Recomposição da Vegetação no Cerrado” – Imagem: Breno Lobato/Embrapa.

Uma ação promovida em conjunto pela Embrapa Cerrados e pela Emater – DF contribuiu para formar multiplicadores/defensores da vegetação do cerrado no final de agosto. Aproximadamente 30 técnicos de instituições públicas e privadas da região da capital federal participaram do curso “Recomposição da Vegetação no Cerrado”. A iniciativa contou com o apoio do Projeto Biomas, da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), do Ministério do Meio Ambiente, da Rede de Fomento ILPF e da Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit (GIZ).

Temas como as tecnologias e os processos sobre a legislação ambiental, a caracterização do Cerrado, a produção de mudas, as metodologias para recuperação de áreas degradadas e a apresentação da ferramenta virtual Webambiente compuseram a grade do curso. (mais…)

O que falta para que as pesquisas melhorem a qualidade da água nas bacias hidrográficas?

quarta-feira, setembro 28th, 2016
Ilustração da composição de uma bacia hidrográfica - Imagem;: Divulgação.

Ilustração da composição de uma bacia hidrográfica – Imagem: Divulgação.

O pesquisador da Embrapa Meio Ambiente, Ricardo Figueiredo, esteve na 24º edição do Agrinordeste, que aconteceu no final de agosto em Pernambuco, para reforçar a importância das pesquisas acerca da manutenção da qualidade hídrica, em especial das bacias hidrográficas vinculadas ao uso agrícola.

A qualidade hídrica dos rios está sofrendo com a entrada de sedimentos e elementos biogeoquímicos dissolvidos provenientes tanto da própria origem natural, quanto pela origem antrópica, como os agroquímicos. O cenário de alerta pode ser resolvido antes que a crise hídrica, já conhecida pela maioria dos estados, tome proporções colossais. Para isso, basta que os setores interessados se reúnam e estabeleça políticas para a reversão da situação, pontuou Ricardo.

Um dos caminhos sugeridos pelo pesquisador está no maior incentivo às pesquisas realizadas nas bacias hidrográficas de uso agrícola, que ainda esbarram na burocracia dos desafios técnicos e da falta de informação partilhada. (mais…)

Águas Formosas/MG dá o exemplo no quesito proteção das águas!

quarta-feira, setembro 14th, 2016
Registro da ação mais recente do projeto de recuperação e revitalização do Córrego, em Águas Formosas - Imagem: Emater - MG.

Registro da ação mais recente do projeto de recuperação e revitalização do Córrego da Mutuca, em Águas Formosas – Imagem: Emater – MG.

Preservar o meio ambiente significa cuidar para que a fauna e a flora possam se desenvolver com segurança e qualidade e isso inclui, claro, os mananciais. Uma vez com vegetação existente, as nascentes e os caminhos da água tem passagem livre parar correr. Pensando a nisso a Emater – MG resolveu atuar em prol do meio ambiente da região de Águas Formosas, mais especificamente no Vale do Mucuri, por meio do projeto de revitalização do córrego da Mutuca.

O projeto já acontece desde o início do ano e é o resultado da cooperação entre os técnicos da Emater e os produtores rurais. A recuperação do córrego é de suma importância para manter ativo o Rio Pampam, principal manancial da cidade. A Emater apresentou várias técnicas que contribuem para a conservação ambiental e em algumas propriedades foram instaladas unidades demonstrativas. (mais…)