Archive for the ‘Safrinha’ Category

Cobertura vegetal melhora produção de capim em consórcio

sexta-feira, abril 21st, 2017

adubacao_verde_consorcio_braquiaria_sementes_pirai_adubar

Muitos produtores devem se perguntar se existe a necessidade de adubar o capim consorciado (como a braquiária ruziziensis). Para por fim nesse questionamento o Instituto de Zootecnia (IZ), da Agência Paulista de Tecnologia do Agronegócio (Apta), localizado em Nova Odessa/SP está há mais de três anos pesquisando a respeito e os resultados já observados são satisfatórios.

As pesquisas se norteiam sobre o quanto a aplica√ß√£o de cobertura pode fazer a diferen√ßa na produ√ß√£o de forragem em √°reas de pastagens com algum n√≠vel de degrada√ß√£o. A resposta est√° no aumento de 40% na produ√ß√£o de mat√©ria seca p√≥s-desseca√ß√£o do capim. (mais…)

Milho 2ª safra: conhecimento e experimentos a favor da produtividade!

sexta-feira, julho 22nd, 2016
Imagem: Fundação MT.

Imagem: Fundação MT.

O evento “Funda√ß√£o MT em Campo – 2¬™ safra” apresentou como um de seus destaques a cultura do milho, a cultura de segunda safra mais importante do Mato Grosso. A palestra denominada ‚ÄúSua segunda chance de aumentar a produtividade e rentabilidade‚ÄĚ, reuniu os pesquisadores da Funda√ß√£o MT para apresentar ao p√ļblico composto por agricultores, estudantes, t√©cnicos e consultores uma variada tem√°tica sobre as op√ß√Ķes em melhoria dispon√≠veis √† cultura: cons√≥rcio de milho com esp√©cie de cobertura, manejo de aduba√ß√£o e desenvolvimento do milho sob n√≠veis de compacta√ß√£o induzidos.

Em uma das esta√ß√Ķes compreendidas √† palestra os pesquisadores Douglas Coradini e David Valendorff demonstraram a viabilidade da consorcia√ß√£o do milho 2¬™ safra com a braqui√°ria e com as crotal√°rias e quais as implica√ß√Ķes constatadas para a pr√≥xima safra comercial. Nessa avalia√ß√£o foram consorciados milho com brachiaria ruziziensis, milho com brachiaria ruziziensis e crotal√°ria-spectabilis, milho com crotal√°ria-spectabilis e crotal√°ria-ochroleuca e milho com crotal√°ria-breviflora, al√©m das observa√ß√Ķes da √°rea destinada ao milho cultivado solo.

As observa√ß√Ķes feitas pelos pesquisadores indicam que a consorcia√ß√£o pode minimizar a produtividade do milho 2¬™ safra. Para tanto, √© de suma import√Ęncia observar a modalidade de semeadura da cobertura. Douglas Coradini pontuou que as √°reas onde houve maior produ√ß√£o de mat√©ria seca, foram os locais com maior produtividade observada na cultura comercial posterior.

Garantir e melhorar a produtividade do milho de segunda safra est√° intrinsecamente ligada ao conhecimento da √°rea produtiva, por isso o objetivo dessa esta√ß√£o experimental foi mostrar ao p√ļblico os resultados de pesquisa j√° observados pela Funda√ß√£o MT. Consultar um agr√īnomo par avaliar qual √© a melhor consorcia√ß√£o para cada tipo de √°rea produtiva √© o caminho para ter efici√™ncia com a a√ß√£o.

Fonte: Cen√°rio MT.

Milho segunda safra com adubação verde

Saiba como a adubação verde pode ajudar seu milharal a se desenvolver de forma mais saudável, com nematoides controlados e garantindo sua produtividade.

Para isso, acesse o conte√ļdo destinado aos Gr√£os no site da Sementes Pira√≠ e #cuidedofuturo da sua lavoura de forma sustent√°vel!

 

 

 

 

MIP contribui para #adubarofuturo da safra-safrinha de milho!

quinta-feira, fevereiro 11th, 2016
O MIP é uma boa prática - produtiva e sustentável - para a safra-safrinha de milho - Imagem:

O MIP é uma boa prática Рprodutiva e sustentável Рpara a safra-safrinha de milho РImagem: Google.

Durante o 2¬ļ Simp√≥sio Regional de Produ√ß√£o de Silagem de Milho e Sorgo, realizado nos dias 19 e 20 de janeiro em Coronel Pacheco (MG), o pesquisador da Embrapa Milho e Sorgo, Iv√™nio Rubens de Oliveira, pontuou que o Manejo Integrado de Pragas (MIP) aparece como alternativa vi√°vel para obter bons resultados com a safra-safrinha de milho. Segundo ele, o MIP est√° atrelado com as boas pr√°ticas na lavoura, tal qual a escolha de boas sementes para o plantio.

A t√©cnica constitui-se do manejo e preparo adequado da √°rea para o plantio. √Č uma op√ß√£o operacional sustent√°vel e economicamente rent√°vel, objetivando a regula√ß√£o de popula√ß√Ķes e pragas atrav√©s da preserva√ß√£o e manuten√ß√£o dos inimigos naturais. O MIP evita o emprego equivocado dos agrot√≥xicos, que comprometem tanto o meio ambiente, quanto a sa√ļde do produtor.

Oliveira observou que tal sistema equilibra e concilia os variados tipos de controle (como o cultural, biol√≥gico e o gen√©tico). Mas para ser eficiente, deve-se conhecer as condi√ß√Ķes do ambiente da produ√ß√£o, incluindo a taxonomia (estudo das pragas que atacam ou beneficiam o cultivar). O preparo para a implanta√ß√£o submete a propriedade √†s estrat√©gias de preserva√ß√£o e incremento tanto dos inimigos naturais, quanto do agroecossistema, e de redu√ß√£o de¬†suscetibilidade hospedeira e da infesta√ß√£o inicial de pragas.

A palestra do pesquisador Embrapa Milho e Sorgo serviu de reforço para as práticas sustentáveis na lavoura. A safra-safrinha de milho é uma importante fonte de renda entre uma e outra implementação da lavoura principal. Implantar métodos que beneficiem a produtividade aliada ao meio ambiente só pode resultar em boas colheitas, mais valorizadas pelos mercados consumidores. Isso é #adubarofuturo!

Fonte: Agrolink.

Pragas? Controle-as com adubação verde.

Produtor, você sabia que a adubação verde pode fazer parte do Manejo Integrado de Pragas?

A adubação verde é uma prática milenar que aumenta a capacidade produtiva do solo. Recupera os solos degradados pelo cultivo, melhora os solos naturalmente pobres e conserva aqueles que já são produtivos.

Consiste no cultivo de plantas, em rotação, consorciação e sucessão com as culturas, que melhoram significativamente os atributos químicos, físicos e biológicos do solo.

E isso só é uma amostra de seus benefícios. Para saber mais acesse o Controle as Pragas, canal da Sementes Piraí, dedicado ao controle de pragas e doenças do solo. Seja você também, mais um adubador do futuro sustentável da sua produção!

 

 

Utilidade p√ļblica: MT pro√≠be plantio em sucess√£o de soja

sexta-feira, março 20th, 2015
Folha de Soja doente. Imagem: G1.

Folha de Soja doente.
Imagem: G1.

Foi oficializada a proibi√ß√£o da safrinha de Soja no Mato Grosso, o maior estado produtor do gr√£o. A medida foi publicada no Di√°rio Oficial em 09 de fevereiro de 2015, a Instru√ß√£o Normativa Conjunta Sedec/Seaf/Indea-MT N¬ļ 001/2015 disp√Ķe sobre medidas fitossanit√°rias de preven√ß√£o e controle da ferrugem asi√°tica.

Segundo o artigo 4¬ļ da Instru√ß√£o Normativa: ‚ÄúFica proibido o plantio em sucess√£o de soja sobre soja no MT. Esta proibi√ß√£o ocorre considerando os diversos estudos agron√īmicos que apontam para a insustentabilidade do plantio em sucess√£o da cultura de soja sobre soja bem como a perda de efici√™ncia e de reduzida disponibilidade de fungicidas (ingredientes ativos) que controlam a ferrugem asi√°tica causada pelo fungo Phakopsora pachyrhizi‚ÄĚ.

A medida também estabelece que o vazio sanitário no Estado ocorra entre 01 de maio e 15 de setembro.

Mais informa√ß√Ķes em: http://tinyurl.com/vaziosanit-rio
Fonte: Agrolink.