Archive for the ‘empreendedorismo’ Category

Gestão que gera renda no agronegócio familiar!

quarta-feira, outubro 11th, 2017

36a69f071e48cd7d5a58b8281f4ff23c

O agroneg√≥cio familiar √© uma atividade quem vem se popularizando nos √ļltimos anos por todo o pa√≠s, por√©m o sucesso da a√ß√£o esbarra num quesito chamado gest√£o. A falta dela implica na desorganiza√ß√£o da propriedade enquanto sistema econ√īmico e o que muitas vezes acontece √© o uso equivocado do dinheiro, comprometendo a renda familiar. Mas essa n√£o √© a realidade de alguns produtores familiares catarinenses.

Gra√ßas ao Programa Propriedade Sustent√°vel em uma d√©cada foi poss√≠vel aumentar a renda, em quase 30%, dos 24 agricultores que toparam encarar o desafio da gest√£o do agroneg√≥cio familiar. Al√©m da renda, o tamanho da √°rea plantada tamb√©m subiu, de 11,5 para 13,3 hectares, cultivando especialmente cebola, pastagem nativa e soja. A diversifica√ß√£o √© a grande chave da a√ß√£o, pois ela √© um dos fatores que contribu√≠ram sensivelmente para esse super√°vit de renda. (mais…)

A força das cooperativas paranaenses!

terça-feira, novembro 22nd, 2016
A CooperTijucas é uma das 220 cooperativas do estado do Paraná - Imagem: Hugo Haranda/Gazeta do Povo.

A CooperTijucas é uma das 220 cooperativas do estado do Paraná РImagem: Hugo Harada/Gazeta do Povo.

O Paran√° vem mostrando que a for√ßa das cooperativas vai muito al√©m de seus nomes, indicando a prosperidade econ√īmica e produtiva de seus cooperados. Atualmente, s√£o mais de 1 milh√£o e 200 mil produtores associados a diversas cooperativas do estado. A movimenta√ß√£o indica os bons ventos que esse setor representa para a economia agr√≠cola do Paran√°: 60% da produ√ß√£o agropecu√°ria, com crescimento anual de 20% e rendimento na casa dos 60 milh√Ķes de reais.

Mais de 6500 eventos destinados √† capacita√ß√£o do produtor aconteceram somente no ano passado. Muitos deles com enfoque na for√ßa jovem de trabalho, visando desmistificar a situa√ß√£o que o “campo n√£o d√° futuro”. Com as capacita√ß√Ķes os jovens perceberam o tamanho do projeto contido na sucess√£o familiar e como a ajuda deles √© de extrema import√Ęncia para melhor qualificar o trabalho feito por seus pais e av√≥s, pontua F√°tima da Costa, gerente de produ√ß√£o da Ocepar.

Um exemplo de sucesso na quest√£o da sucess√£o familiar est√° na propriedade da fam√≠lia Borrasca. O patriarca, Raul, est√° h√° quase quatro d√©cadas na mesma propriedade e hoje j√° conta com a ajuda do neto, Lucas, de 20 anos, como t√©cnico agr√≠cola. Seu trabalho, al√©m de melhorar a propriedade √© trocar experi√™ncias com o av√ī, partilhando de todos os benef√≠cios que a propriedade est√° oferecendo.

O ano de 2016 marcou a capacita√ß√£o com enfoque na mulher do campo. 46% dos cooperados paranaenses s√£o mulheres e boa parte desse n√ļmero s√£o jovens. Por isso, a import√Ęncia de qualificar e estimular o empreendedorismo dessas produtoras. Nas 220 cooperativas do estado, uma ou mais atividades foram destinadas a esse p√ļblico.

#adubarofuturo √© isso: acreditar que a capacita√ß√£o √© o primeiro passo para melhorar e apresentar novas oportunidades √†s propriedades familiares. Lapidar talentos escondidos por tr√°s dos jovens √© a for√ßa necess√°ria para assegurar a continuidade saud√°vel dessas produ√ß√Ķes.

Fonte: G1.

Mais um estímulo para a produção familiar

Está por dentro da novidade da Eco Seeds, a maior loja online de sementes para adubação verde do país?

Pois bem, agora você pode comprar suas sementes de adubos verdes em quantidade de cinco quilos, pagando um preço acessível ao seu bolso.

Você não tem mais desculpa pra não levar todos os benefícios da adubação verde para a sua propriedade né? Acesse aqui e saiba mais!

Workshop da Mulher Empreendedora Rural da Serra Catarinense

segunda-feira, outubro 17th, 2016
Imagem: Epagri-SC.

Imagem: Epagri-SC.

Amanhã, dia 18, a Associação Atlética Banco do Brasil (AABB) de Lages/SC recebe o Workshop da Mulher Empreendedora Rural da Serra Catarinense, que acontecerá das 08h às 17h e conta com o apoio do Programa SC Rural. A Epagri espera 150 agricultoras para discutir o empoderamento da mulher trabalhadora do meio rural.

O p√ļblico foi selecionado partindo do crit√©rio das a√ß√Ķes empreendedoras que realizam em suas propriedades indo al√©m da pr√≥pria agricultura, como turismo rural, queijaria, panifica√ß√£o, doces, entre outros tipos de servi√ßos. Andr√©ia de F√°tima de Meira Batista Schlickmann, extensionista social da Epagri em Lages, explica que o evento quer refor√ßar as boas iniciativas femininas como diferencial na agrega√ß√£o de valor nos servi√ßos e produtos oriundos do campo na regi√£o da Serra. (mais…)

Boas novas para os cultivos org√Ęnicos do Rio Grande do Norte!

quinta-feira, setembro 1st, 2016
A produ√ß√£oe org√Ęnica de seu Francisco Fran√ßa √© uma das contempladas por essa a√ß√£o - Imagem: Fred Veras/Ag√™ncia Sebrae de Not√≠cias.

A produ√ß√£o org√Ęnica de seu Francisco Fran√ßa √© uma das contempladas por essa a√ß√£o – Imagem: Fred Veras/Ag√™ncia Sebrae de Not√≠cias.

J√° dissemos algumas vezes aqui que conhecer √© o primeiro passo para melhorar. Quando se aplica essa frase na agricultura significa dizer que entender e mapear os agricultores, seus cultivos e necessidades abrem caminhos para oferecer a√ß√Ķes mais eficientes, buscando sua melhoria produtiva, social e econ√īmica. O Rio Grande do Norte, por sua vez, j√° est√° atuando nessa dire√ß√£o.

A Conab (Companhia Nacional de Abastecimento) e o MAPA (Minist√©rio da Agricultura, Pecu√°ria e Abastecimento) estiveram no estado em meados de junho/julho para conhecer e mapear produtores e cooperativas org√Ęnicas. O trabalho tem a inten√ß√£o de fortalecer a parceria entre as institui√ß√Ķes, facilitando a amplia√ß√£o de projetos voltados √† agricultura org√Ęnica, atrav√©s do Programa de Aquisi√ß√£o de Alimentos (PAA), ofertando assim produtos cada vez mais saud√°veis √†s comunidades atendidas.

O PAA √© uma a√ß√£o em que a Conab compra os alimentos produzidos e os doa para uso em institui√ß√Ķes previamente cadastradas, garantindo a seguran√ßa alimentar desses locais. (mais…)

Agroextrativismo desembarca no Pantanal!

segunda-feira, julho 4th, 2016
A produ√ß√£o agroextrativista do baba√ßu foi a marca do Interc√Ęmbio - Imagem: Divulga√ß√£o.

A produ√ß√£o agroextrativista do baba√ßu foi a marca do Interc√Ęmbio “Mulheres no Agroextrativismo” – Imagem: Divulga√ß√£o.

A agricultura familiar do Mato Grosso tem se fortalecido por meio de v√°rias iniciativas que promovam a melhoria produtiva, promovendo maior gera√ß√£o de renda. Uma dessas a√ß√Ķes √© feita por grupos de mulheres que atuam na promo√ß√£o da agricultura familiar agroecol√≥gica, como meio de subsist√™ncia e estilo de vida.

Em Cotrigua√ßu, quatro grupos de mulheres tem trabalhado lado a lado com o Instituto Centro de Vida ‚Äď ICV na Iniciativa de Desenvolvimento Rural Comunit√°rio, objetivando apoiar as comunidades rurais nos processos de organiza√ß√£o, planejamento e desenvolvimento agroecol√≥gico.

J√° na Baixada Cuiabana, a Associa√ß√£o Regional de Produtoras Extrativistas do Pantanal ‚Äď Arpep re√ļne tr√™s grupos, parceiros do programa Mato Grosso da Federa√ß√£o de √ďrg√£os para Assist√™ncia Social e Educacional ‚Äď Fase, h√° mais de 10 anos.¬† A inten√ß√£o √© trabalhar a agroecologia em simultaneidade com a assist√™ncia t√©cnica e rural, visando o interc√Ęmbio participativo de conhecimento, promovendo o empoderamento das agricultoras.

Dessas iniciativas surgiu o interc√Ęmbio “Mulheres no agroextrativismo”, evento que aconteceu em meados de maio com a inten√ß√£o da troca de experi√™ncias sobre o agroextrativismo de baba√ßu, comum aos grupos participantes. Houve espa√ßo para o compartilhamento de t√©cnicas, receitas e dicas produtivas ligadas ao fruto, bem como para os debates sobre o empoderamento da agricultoras, seus desafios e o caminho a ser percorrido para melhoria da situa√ß√£o.

O evento foi marcado pela constru√ß√£o dos cen√°rios futuros do agroextrativismo no estado: pelo incentivo √† agricultora familiar, √†s melhorias produtivas, o acesso √†s pol√≠ticas p√ļblicas e de fomento √† agricultura familiar, a diversifica√ß√£o agroextrativista e a potencializa√ß√£o dos produtos com a logomarca “Do Cerrado”. A jornada, todas sabem, √© longa, mas n√£o √© imposs√≠vel de ser concretizada, uma vez que o empenho e a vontade constante de melhoras s√£o marcas registradas dessas batalhadoras. Isso √© #adubarofuturo!

Fonte: 24 Horas News

Mais um estímulo ao agroextrativismo

Você sabia que a adubação verde pode fazer parte da produção agroecológica/agroextrativista?

Trata-se de uma t√©cnica milenar que prop√Ķe o reavivamento das condi√ß√Ķes f√≠sicas, qu√≠micas e biol√≥gicas do solo pelo uso dos adubos verdes. Uma a√ß√£o sustent√°vel, que garante a melhoria produtiva e n√£o √© dispendiosa.

Para saber mais sobre a aduba√ß√£o verde, acesse a EcoSeeds, loja online de sementes para aduba√ß√£o verde pensada para o pequeno e m√©dio produtor. Conhe√ßa suas vantagens, as culturas produtivas e planeja seu pr√≥ximo ciclo produtivo incluindo a aduba√ß√£o verde. Isso, sem d√ļvidas, √© ser um #adubadordofuturo!

 

Projeto Microbacias II fortalece a agricultura familiar paulista!

sexta-feira, abril 29th, 2016
Imagem: Divulgação.

Imagem: Divulgação.

O Governo do Estado de S√£o Paulo vem contribuindo para o horizonte pr√≥spero da agricultura familiar. Gra√ßas ao Projeto Microbacias II, mais de 200 institui√ß√Ķes e cooperativas vinculados ao setor foram contempladas com recursos na casa dos 84 milh√Ķes de reais, dispon√≠veis para refor√ßar a estrutura dessas entidades, fomentando novas oportunidades de neg√≥cios aos agricultores.

Abrigando todo o estado, mais de 5.800 famílias de pequenos produtores já foram beneficiados com os recursos do programa. Segundo Arnaldo Jardim, secretário estadual da Agricultura, o projeto Microbacias II prevê o crescimento dos produtores na escala que se inicia na produção e tem seu término nas novas oportunidades de mercado, ampliando a renda e a produtividade de cada assistido.

Para ser inclusa no projeto a entidade precisa existir há pelo menos um ano, com um grupo mínimo de quinze produtores associadas a mesma cadeia produtiva. Desses, 50% deve ser composto por agricultores familiares que correspondam a também 50% da produção total. Além disso, a entidade deve apresentar uma proposta de negócio mercadológico.

O projeto atua desde 2011 em chamadas p√ļblicas que j√° favoreceram 205 iniciativas de neg√≥cio, beneficiando 113 associa√ß√Ķes e 62 cooperativas. O Microbacias II conta com o aux√≠lio da Coordenadoria de Assist√™ncia T√©cnica Integral (Cati) e da Secretaria do Meio Ambiente, por meio da Coordenadoria de Biodiversidade e Recursos Naturais (CBRN), com financiamento parcial do Banco Mundial.

Fonte: Portal do Governo do Estado de S√£o Paulo

Mais rendimentos, mais oportunidade de investimento

O programa Microbacias permite aos produtores ampliarem sua renda que consequentemente tem uma parte destinada à melhoria produtiva. E por que não aplicar essa fatia em prol da sustentabilidade e rentabilidade da sua cultura?

Sugerimos ent√£o que voc√™ conhe√ßa a aduba√ß√£o verde e todos os benef√≠cios que ela oferece, seja para o cultivo de org√Ęnicos, frutas, hortali√ßas, entre outros!

Acesse a loja online de sementes para adubação verde EcoSeeds, se informe e aproveite para planejar sua próxima safra contando com o auxílio da adubação verde, adquirindo sementes certificadas pelo MAPA e com procedência Sementes Piraí.

Seja uma adubador do futuro, invista em sustentabilidade e colha produtividade com a adubação verde!

 

Força jovem no campo!

sexta-feira, março 4th, 2016
V√°rias pol√≠ticas p√ļblicas elaboradas em 2015, est√£o sendo colocadas em pr√°tica neste ano pelo MDA, visando o fortalecimento do jovem no campo - Imagem: Divulga√ß√£o.

V√°rias pol√≠ticas p√ļblicas elaboradas em 2015, est√£o sendo colocadas em pr√°tica neste ano pelo MDA, visando o fortalecimento do jovem no campo – Imagem: Divulga√ß√£o.

A juventude no campo significa o futuro da atividade agr√≠cola com a diferen√ßa que, atualmente, esse p√ļblico busca a capacita√ß√£o para melhorar constantemente a propriedade que ser√° herdada. Pensando nisso, o Minist√©rio do Desenvolvido Agr√°rio (MDA) come√ßa a por em pr√°tica v√°rias pol√≠ticas p√ļblicas (PPs) que facilitam essa perman√™ncia.

O montante total de 110 milh√Ķes de reais ser√° viabilizado √†s atividades de grupo ou individuais, que trabalhem com a agroecologia, a sucess√£o rural e o fortalecimento da agricultura familiar, atrav√©s da inclus√£o produtiva, da gera√ß√£o de renda e claro, do acesso √†s PPs. A Ater (Assist√™ncia T√©cnica e Extens√£o Rural), espec√≠fica √† juventude rural, ser√° a respons√°vel por distribuir essa verba entre os projetos.

Essa Ater tem validade de tr√™s anos e nesta etapa de a√ß√£o est√° contratando as entidades que capacitar√£o os jovens. Espera-se atingir mais de 22 mil jovens, que receber√£o tanto recursos espec√≠ficos, quanto os 25% reservados para a juventude inclusa na Ater de outros grupos. Somam-se √† esses recursos o incentivo da Funda√ß√£o Banco do Brasil, que em parceria com o BNDES, tem um projeto de apoio aos empreendimentos coletivos da juventude. Tal aporte ser√° de oito milh√Ķes de reais, no total.

Além disso, a implantação do Plano Nacional de Juventude e Meio Ambiente (PNJMA) é outro caminho para fortalecer a presença jovem no campo. Ele trabalhará fomentando as diretrizes elaboradas nas Conferências Nacionais de Juventude, como a ampliação do processo de Reforma Agrária e a demarcação de terras indígenas e quilombolas.

Para chegar at√© aqui, o ano de 2015 serviu para abrir o campo do di√°logo, que permitiu a constru√ß√£o de v√°rias a√ß√Ķes. Agora, √© arrega√ßar as mangas e por em pr√°tica tudo o que foi pontuado e constru√≠do e dessa forma, garantir melhores condi√ß√Ķes aos jovens do campo, viabilizando #adubarofuturo de todas as esferas e cadeias econ√īmicas que dependem da agricultura familiar!

Fonte: Agrolink.

Tecnologia produtiva: benefício de geração para geração

A perman√™ncia do jovem no campo, como dita acima, garante a produ√ß√£o agr√≠cola e com isso refor√ßa-se algumas pr√°ticas que s√£o melhoradas com o conhecimento de toda a bagagem adquirida pela capacita√ß√£o desse p√ļblico.

Sendo assim, a aduba√ß√£o verde aparece como tecnologia produtiva que √© conhecida e utilizada de gera√ß√£o em gera√ß√£o. Seus benef√≠cios s√£o muitos, com destaque para a recupera√ß√£o da sa√ļde do solo por meio da a√ß√£o dos adubos verdes, plantas em sua maioria leguminosas, que condicionam o solo produtivo, melhorando ou potencializando seus atributos qu√≠micos, f√≠sicos e biol√≥gicos.

Só com essa pequena descrição já é possível ver o tamanho da vantagem oferecida pela adubação verde, mas para ficar inteirado 100% com a técnica, acesse o site da EcoSeeds e garanta o futuro produtivo da sua lavoura, adquirindo as sementes para adubação verde com qualidade Sementes Piraí e garantia de procedência certificada pelo Ministério da Agricultura.

Contribua para #adubarofuturo, entre para o time da adubação verde!

 

 

Acre: cenários sustentáveis com a adoção de novas cadeias produtivas!

segunda-feira, fevereiro 1st, 2016
A horticultura faz parte das cadeias produtivas sustentáveis adotadas nas pequenas e médias propriedades agrícolas do estado - Imagem: Angela Peres/Secom/Notícias do Acre.

A horticultura faz parte das cadeias produtivas sustentáveis adotadas nas pequenas e médias propriedades agrícolas do estado РImagem: Angela Peres/Secom/Notícias do Acre.

O estado do Acre est√° mudando o cen√°rio produtivo das pequenas produ√ß√Ķes atrav√©s da associa√ß√£o de v√°rias culturas na mesma propriedade. Isso tem impactado a renda das fam√≠lias produtoras, que antes se viam dependentes da agricultura ou da pecu√°ria.

O projeto desenvolvido no estado √© fruto da parceria p√ļblico-privado-comunit√°ria proposto pelo governo do Estado. A inten√ß√£o √© oferecer alternativas rent√°veis que fortale√ßam as cadeias sustent√°veis de produ√ß√£o, livrando as florestas das derrubadas e reaproveitando as √°reas dispon√≠veis para cultivo.

A a√ß√£o, em sua maioria, alterna a cria√ß√£o de su√≠nos e aves com a produ√ß√£o de hortali√ßas nas pequenas propriedades e de milho, o destaque entre os gr√£os, nos cultivos m√©dios. Toda essa produ√ß√£o √© escoada¬† para a Acreaves ‚Äď o primeiro frigor√≠fico de aves instalado no estado. J√° as hortali√ßas s√£o comercializadas nos estabelecimentos/feiras locais.

O cenário produtivo na região também ganha com a visão empreendedora despertada nos produtores. A renda garantida com a diversificação está ampliando a capacidade gestora, acarretando a melhoria produtiva em cada propriedade. Isso é #adubarofuturo!

Fonte: Agrolink.

Diversificação de renda com sustentabilidade

A adubação verde pode auxiliar nos cuidados com o solo produtivo entre a adoção de uma cultura e outra nas cadeias agrícolas sustentáveis.

A técnica utiliza os adubos verdes, plantas em sua maioria leguminosas, que agem diretamente no solo, recuperando, reciclando e condicionando a terra, tanto as já produtivas, como as desgastadas com a excessiva produção.

Isso garante a rentabilidade produtiva da área, economizando gastos e contribuindo com o meio ambiente. Saiba mais acessando a loja online de sementes para a adubação verde, a EcoSeeds.

 

 

11¬ļ Pr√™mio Conserva√ß√£o e Reuso da √Āgua!

quarta-feira, dezembro 16th, 2015
Imagem: Divulgação.

Imagem: Divulgação.

Trabalhando h√° mais de uma d√©cada com o fomento da conscientiza√ß√£o industrial sobre a import√Ęncia da √°gua e suas boas pr√°ticas de conserva√ß√£o e reuso, a Federa√ß√£o das Ind√ļstrias do Estado de S√£o Paulo (Fiesp) promove anualmente o Pr√™mio de Conserva√ß√£o e Reuso da √Āgua, divulgando e premiando¬†as boas iniciativas do setor.

Al√©m disso, o Pr√™mio homenageia as corpora√ß√Ķes por suas pr√°ticas, que contribuem com a preserva√ß√£o do recurso natural, sustentabilizando os processos e direcionando novas pesquisas para o aprimoramento de suas a√ß√Ķes.

Se voc√™ que l√™ esse texto est√° no estado de SP e tem trabalhado com alguma pr√°tica de conserva√ß√£o ou reuso de √°gua, seja na sua empresa ou como prestador de servi√ßos, inscreva-se. A premia√ß√£o abrange duas categorias: “Micro e Pequeno Porte” e “M√©dio e Grande Porte”.

A participa√ß√£o √© gratuita e a inscri√ß√£o deve ser feita at√© 15 de janeiro de 2016. O envio dos projetos completos acontece at√© 22 de janeiro e a premia√ß√£o ser√° celebrada junto ao Dia Mundial da √Āgua, em 23 de mar√ßo.

Para mais informa√ß√Ķes, acesse o site do pr√™mio aqui.

Fonte: Fiesp.

 

 

2016: o ano das cooperativas da agricultura familiar!

sexta-feira, novembro 20th, 2015
A inclusão de novas cooperativas sob os cuidados do MDA e a atuação conjunta do COOPERAF são estímulos que beneficiarão a agricultura familiar no próximo ano. Na imagem, a cooperativa familiar catarinense Rio Novo de Corupá - Imagem: SC Rural.

A inclusão de novas cooperativas sob os cuidados do MDA e a atuação conjunta do COOPERAF são estímulos que beneficiarão a agricultura familiar no próximo ano. Na imagem, a cooperativa familiar catarinense Rio Novo de Corupá РImagem: SC Rural.

A agricultura familiar √© um dos setores agr√≠colas com maior destaque neste ano: o fortalecimento das pequenas produ√ß√Ķes, os investimentos na melhoria produtiva e a diminui√ß√£o do √™xodo rural, foram apenas alguns dos aspectos que possibilitaram esse cen√°rio t√£o positivo. E para 2016, a tend√™ncia √© ainda melhor!

Tudo por conta do an√ļncio do¬†Minist√©rio do Desenvolvimento Agr√°rio (MDA), durante o Semin√°rio sobre o Programa Nacional de Fortalecimento do Cooperativismo e Associativismo Solid√°rio da Agricultura Familiar e Reforma Agr√°ria – COOPERAF e Chamada P√ļblica ATER de Gest√£o, realizado em outubro, no MS: mais 530 cooperativas estar√£o sob os cuidados do Minist√©rio no ano que vem, totalizando 1000 cooperativas.

A entrada de novas institui√ß√Ķes abrigar√° em paralelo novas a√ß√Ķes, como a disponibiliza√ß√£o de assist√™ncia t√©cnica, objetivando acompanhar a evolu√ß√£o da cooperativa de forma simult√Ęnea ao trabalho no campo, contribuindo para a efici√™ncia de gest√£o. Dessa forma, outros dois objetivos do MDA s√£o conquistados: o fortalecimento de renda e a amplia√ß√£o do mercado de aquisi√ß√£o p√ļblica de alimentos.

O¬†COOPERAF, por sua vez, atuar√° no acesso √†s pol√≠ticas p√ļblicas pelos agricultores por interm√©dio das cooperativas. Al√©m de prestar assessoria para viabilizar a melhor gest√£o nessas instuti√ß√Ķes, ampliando as possibilidades de a√ß√£o e contribuindo potencialmente para o fortalecimento do setor produtivo.

Esse an√ļncio do MDA √© mais um est√≠mulo para o crescimento da agricultura familiar, mais uma porta que se abre para esse mercado t√£o valoroso e ainda, um tanto quanto desconhecido pelos brasileiros. Isso √© #adubarofuturo!

Fonte: Ministério do Desenvolvimento Agrário.

Adubação verde: viabilidade produtiva na agricultura familiar

Pequeno produtor, voc√™ sabia que pode potencializar sua produ√ß√£o de forma ec√īnomica e sustent√°vel?

√Č isso mesmo! Voc√™ pode contar com todos os benef√≠cios da aduba√ß√£o verde para cuidar do seu solo e assim, garantir produ√ß√Ķes sempre saud√°veis e rent√°veis.

Os adubos verdes possuem entre suas caracter√≠sticas, a√ß√Ķes melhoradoras e recicladoras do solo, que atuam na recupera√ß√£o de solos improdutivos ou cansados da produ√ß√£o e melhoram a capacidade produtiva dos solos j√° ativos.

Para facilitar¬†o seu contato com a aduba√ß√£o verde h√° a EcoSeeds, a loja virtual de sementes para aduba√ß√£o verde. Al√©m de prover informa√ß√Ķes sobre as sementes, a loja possiblita de maneira r√°pida e segura, a compra de pequenas quantidade (at√© 30kgs). Tudo isso, para viabilizar o in√≠cio da sua tarefa verde!

Não perca mais tempo, acesse http://www.ecoseeds.com.br e comece hoje mesmo a desfrutar dos benefícios da adubação verde!

 

Jovens fortalecidos no campo!

quarta-feira, novembro 18th, 2015
A expectativa do MDA é atender, ao todo, quase 23 mil jovens produtores, provendo de Assistência Técnica, Rural e capacitação - Imagem: Jornal Entreposto.

A expectativa do MDA é atender, ao todo, quase 23 mil jovens produtores, provendo de Assistência Técnica, Rural e capacitação РImagem: Jornal Entreposto.

O Minist√©rio do Desenvolvimento Agr√°rio (MDA) lan√ßou em abril passado uma chamada p√ļblica para selecionar entidades que prestariam assist√™ncia t√©cnica e rural (Ater) aos jovens agricultores. O resultado da a√ß√£o do MDA resultou em 36 entidades, que atuar√£o em 14 estados,¬†beneficiando mais de 16 mil jovens do campo, promovendo o fortalecimento da agricultura familiar, entre outros pontos.

A a√ß√£o indica atendimento iniciando em janeiro pr√≥ximo¬†em 36 munic√≠pios,¬†com investimento de 76,7 milh√Ķes de reais e 200 t√©cnicos do Ater in loco. Todo o projeto tem dura√ß√£o de tr√™s anos e trabalhar√° com a agroecologia, sucess√£o rural, gera√ß√£o de renda, inclus√£o √†s pol√≠ticas p√ļblicas, al√©m do est√≠mulo √†s pequenas produ√ß√Ķes familiares.

A inten√ß√£o do MDA √© antes de mais nada, fortalecer a capacita√ß√£o de tais entidades, para que em cada munic√≠pio atendido, a realidade regional e espacial seja observada e a partir da√≠, as a√ß√Ķes previstas pelo Minist√©rio possam ser trabalhadas com efici√™ncia. A √ļnica regra geral √© que os jovens produtores saiam do projeto cientes da organiza√ß√£o produtiva e todos os meios para melhorar suas produ√ß√Ķes.

A chamada p√ļblica de abril captava 52 munic√≠pios, por√©m, 16 deles n√£o apresentaram vencedores ou concorrentes. O MDA ent√£o,¬†republicou tais entidades em outubro, possibilitando que mais 5,6 mil jovens fa√ßam parte da a√ß√£o at√© o final do ano. Todo o projeto conta com o apoio do¬†Comit√™ da Juventude Rural do Conselho Nacional de Desenvolvimento Rural Sustent√°vel (Condraf). Isso √© #adubarofuturo!

Fonte: Vermelho.

Agricultura familiar fortalecida implica em melhorias produtivas

E que tal implementar em sua pequena produção os benefícios da adubação verde?

A técnica agrícola milenar faz uso dos adubos verdes, plantas em sua maioria leguminosas, que possuem características recicladoras, recuperadoras, condicionadoras do solo. Sua ação reaviva solos exaustos da produção, recupera os já improdutivos e potencializa os saudáveis.

Toda essa ação garante maior produtividade, com certeza de economia e sustentabilidade!

Para saber mais sobre a aduba√ß√£o verde e j√° garantir a compra de suas pequenas quantidades, acesse a loja online do pequeno e m√©dio produtor: EcoSeeds. Informa√ß√£o, comodidade e seguran√ßa reunidas em √ļnico local para garantir o in√≠cio da sua tarefa verde.

Agora, se o seu cultivar necessitar de mais de 30kgs de sementes para adubação verde, a EcoSeeds disponibliza atendimento especial. Não há mais desculpas então, para entrar para o time dos produtores amigos do meio ambiente!

 

 

Agricultura rema contra a maré da crise!

sexta-feira, novembro 6th, 2015
A agricultura brasileira está além do horizonte: produtores investem em seus cultivares, produzem, lucram e não estão vendo de perto os efeitos da crise - Imagem: Pixabay.

A agricultura brasileira está além do horizonte: produtores investem em seus cultivares, produzem, lucram e estão longe de sentir os efeitos da crise РImagem: Pixabay.

O Brasil tem passado por um momento delicado em v√°rios setores, principalmente o ec√īnomico. Assistimos todos os dias not√≠cias sobre o aumento do desemprego, da infla√ß√£o, dos juros, o fantasma da CPMF apontado como solu√ß√£o para resolver parte do problema. O cen√°rio nebuloso e vagaroso da economia brasileira tem impactado muito setores da cadeia produtiva, com exce√ß√£o de um deles: a agricultura!

N√£o √© a primeira vez que as lavouras sobressaem praticamente ilesas √† situa√ß√£o de caos ec√īnomico. H√° cerca de 15 anos, durante a motanha russa ec√īnomica, ora positiva, ora negativa, o setor demonstrou lidar com o furac√£o, aprendendo com as oportunidades. Hoje, a li√ß√£o do passado se faz atuante no presente para a constru√ß√£o do futuro agr√≠cola.

Exemplos n√£o faltam e vem de norte a sul do pa√≠s. A Revista √Čpoca, em seu portal online, listou cinco hist√≥rias¬†que seguem remando contra a mar√© da crise: o mercado promissor do caf√© em Manha√ßu, MG; a soja de Nova Mutum, MT; a estufa de flores em Andradas/MG; a f√°brica de queijos em Itapetininga,SP e a cria√ß√£o av√≠cola de Cascavel, PR.

Todas histórias partilham do mesmo ponto em comum: acreditar que nas adversidades, existem ensinamentos e oportunidades e em cima delas, construir negócios sólidos e prósperos. Esse é o espírito do povo brasileiro, mas que hoje se sobressai na agricultura. No campo, não há vez para a crise.

Para conhecer as histórias, acesse aqui.

Fonte: √Čpoca.

Adubação Verde: em tempos de crise, economizar gastos é a saída!

Listamos acima exemplos de produtores que n√£o se deixaram abater pela crise e continuam produzindo em capacidade m√°xima.

Você sabia que a adubação verde contribui com a alta produtivida da sua lavoura, sem pesar a mais no seu bolso? РPois bem, a técnica milenar faz uso dos adubos verdes, plantas que possuem entre suas características a ação recicladora, recuperadora e condicionadora do solo, permitindo reavivá-lo ou potencializar sua capacidade.

Al√©m disso, ajuda no controle de pragas, nematoides e doen√ßas do solo! Para saber mais, acesse o site da Sementes Pira√≠ e fique por dentro do universo da aduba√ß√£o verde: benef√≠cios, sementes, culturas atendidas, informa√ß√Ķes sobre controle de pragas e biblioteca. S√£o muitos conte√ļdos pensados para orientar de forma assertiva o produtor, que por sua vez, estar√° apto a oferecer produtividade e sustentabilidade a sua lavoura, economizando gastos.

 

Projeto Campo Futuro contribui para o melhoramento da produção leiteira!

quarta-feira, setembro 30th, 2015
Imagem: Divulgação/Google.

Imagem: Divulgação/Google.

O projeto Campo Futuro da Confederação de Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) está mudando o cenário da produção leiteira, principalmente seus aspectos financeiros. Os painéis do projeto contribuem para o melhor planejamento leiteiro em cinco estados produtores do país.

As a√ß√Ķes do projeto aconteceram em Minas Gerais, Paran√°, Rio Grande do Sul, Para√≠ba e Tocantins, beneficiando 170 produtores rurais,¬†aliando sua¬†capacita√ß√£o √† gera√ß√£o de informa√ß√£o administrativa para os¬†riscos de pre√ßos, de custos e de produ√ß√£o na propriedade rural. Isso implica em produ√ß√£o melhor administrada e vendida a pre√ßo justo.

Toda a informa√ß√£o apresentada nos pain√©is s√£o geradas pela CNA, que conta com a ajuda do Centro de Estudos Avan√ßados em Economia Aplicada da Universidade de S√£o Paulo (Cepea/Usp) e PECEGE/Esalq, UFLA, UFV e Embrapa Pesca e Aquicultura. Esses dados s√£o acompanhados pela CNA, que ajuda o produtor a entender o cen√°rio ec√īnomico e como ele impacta a produ√ß√£o.

O projeto, al√©m da pecu√°ria leiteira, busca contribuir tamb√©m nas produ√ß√Ķes canavieira, cafeicultora, frut√≠fera, de bovinos, alevinos, su√≠nos e aves, gerando indicativos de conjuntura e desempenho, tamb√©m assistidos pela CNA. Isso √© apresentar ferramentas que permitam o constante aperfei√ßoamento administrativo da produ√ß√£o, ajudando a #adubarofuturo dos processos: a lavoura ganha, o produtor lucra e o consumidor n√£o paga pre√ßos abusivos por isso.

Fonte: Agrolink.

Ferramenta sustentável e rentável na lavoura: adubação verde

Produtor, você sabia que a adubação verde contribui significativamente para a melhoria de pelo menos, 11 tipos de cultivares?

Pois bem, a t√©cnica usa plantas que reavivam a capacidade do solo, por meio do melhoramento de seus atributos f√≠sicos, qu√≠micos e biol√≥gicos. √Č uma ferramenta natural, parceira do meio ambiente, que garante a rentabilidade da produ√ß√£o com maior economia de gastos.

Acesse o site da nossa adubadora, Sementes Pira√≠, e conhe√ßa os benef√≠cios da t√©cnica, bem como todas as culturas atendidas. √Č muita informa√ß√£o dispon√≠vel em¬†poucos cliques!

 

 

7¬ļ Curso de capacita√ß√£o em Agroecologia: Adubos Verdes e tecnologia para produ√ß√£o de tomate (cereja) e flor (Helic√īnia)

segunda-feira, setembro 14th, 2015

Ol√° produtores!

Hoje nosso recado √© r√°pido: trata-se de um convite para o¬†7¬ļ Curso de Capacita√ß√£o em Agroecologia: Adubos Verdes e Tecnologia para Produ√ß√£o de Tomate (Cereja) e Flor (Helic√īnia).

O evento será realizado no dia 21 de setembro em Piracicaba/SP, pela Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, por intermédio da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios e do Polo Regional Centro Sul.

Horário: 08 às 16h30

Local: Rodovia SP 127, km 30, CP 28 – Bairro: Vila F√°tima.

Inscri√ß√Ķes: 30,00 reais (produtores e t√©cnicos da SAA est√£o isentos)

Vagas: 40

Programação:

08h – 08h30: inscri√ß√Ķes

08h30 Р09h: apresentação do Polo por Fábio Luis Ferreira Dias

09h Р10h: palestra da Sementes Piraí com José Aparecido Donizeti Carlos (Lançamento do Livro: Adubação verde e plantas de cobertura no Brasil: Fundamentos e Prática, Ed. Embrapa)

10h30 – 10h50: coffee brake

10h50 – 11h50: palestra “Tomate – Resultados Projeto FAPESP” por Edmilson Jos√© Ambrosano/Fabricio Rossi

12h00 Р14h00: Almoço

14h00 – 15h00: palestra “Manejo” por Edmilson Jos√© Ambrosano/ homenagens aos produtores que participaram da pesquisa (Marina e Lucy)

15h00 – 16h30: visita a campo

Visita t√©cnica: cole√ß√£o de adubos verdes por Edmilson Jos√© Ambrosano e Jos√© Aparecido Donizeti Carlos/ Sistema de produ√ß√£o de tomate cereja com adubos verdes por Fabricio Rossi/ Sistema de produ√ß√£o de Helic√īnias com adubos verdes por Paulo Viegas

16h30: comemora√ß√£o do dia da √°rvore ‚Äď Plantio.

Para maiores informa√ß√Ķes:

E-mail: celina@apta.sp.gov.br, ambrosano@apta.sp.gov.br, henrique.belinaso@cati.sp.gov.br

Telefone (19)34215196

Site: http://www.aptaregional.sp.gov.br/cursos-e-eventos/21-09-2015-7-curso-de-capacitacao-em-agroecologia-adubos-verdes-e-tecnologia-para-producao-de-tomate-cereja-e-flor-heliconia/2259/

1¬ļSemin√°rio de Fruticultura movimentou o Agreste alagoano!

segunda-feira, setembro 14th, 2015
O 1¬ļ Semin√°rio de Fruticultura no Agreste √© mais a√ß√£o que potencializa a atua√ß√£o do no Estado - Imagem: Raul Pl√°cido e Ascom/ Ag√™ncia Alagoas.

O 1¬ļ Semin√°rio de Fruticultura no Agreste √© mais uma a√ß√£o que potencializa a atua√ß√£o do APL no Estado – Imagem: Raul Pl√°cido e Ascom/ Ag√™ncia Alagoas.

No in√≠cio de agosto, cerca de 60 produtores integrantes¬†do¬†Arranjo Produtivo Local (APL) Fruticultura no Agreste participaram do 1¬ļ Semin√°rio de Fruticultura no Agreste. Evento realizado pela¬†Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econ√īmico e Turismo (Sedetur) e o Sebrae, na cidade de Estrela de Alagoas.

O objetivo do Semin√°rio foi capacitar os fruticultores acerca do empreendedorismo agr√≠cola. Instru√ß√Ķes em¬†pr√°ticas de comercializa√ß√£o, marketing e empreendedorismo no campo pautaram a programa√ß√£o do evento, que tamb√©m apresentou¬†a agricultura familiar como fator potencial econ√īmico.

Para Rosete Alburquerque, gestora do APL Fruticultura no Agreste, a capacita√ß√£o permitiu a troca de ideias, conhecimentos e informa√ß√Ķes, mostrando ao produtor que tudo o que foi apresentado no Semin√°rio √© pass√≠vel de desenvolvimento e pode transformar a vida de cada fam√≠lia produtora.

Os programas de aux√≠lio e beneficiamento √† produ√ß√£o agr√≠cola familiar tamb√©m foram pauta do Semin√°rio. Na oportunidade, os fruticultores tiveram apresenta√ß√Ķes detalhadas sobre o¬†Programa Nacional de Alimenta√ß√£o Escolar (PNAE) e o Programa de Aquisi√ß√£o de Alimentos (PAA), frisando sua import√Ęncia no ciclo de comercializa√ß√£o dos produtos da agricultura familiar.

Fonte: Aqui Acontece.

Os benefícios da adubação verde na produção frutífera familiar.

Em Estrela de Alagoas, os fruticultores tiveram a oportunidade de se aperfei√ßoaram no quesito neg√≥cios, entendendo as possibilidades que maximizam a comercializa√ß√£o de suas produ√ß√Ķes. Mas o que pode ajud√°-los quanto o assunto √© melhorar a produ√ß√£o?

A nossa adubadora, Sementes Piraí, tem a resposta: a adubação verde. A técnica agrícola milenar, destaca-se por sua economia, sustentabilidade e rentabilidade garantida. Os adubos verdes agem eficientemente na produção de biomassa, nitrogênio, biodiversidade, estruturação de solo, reciclagem de nutrientes e na redução de pragas como: doenças, nematoides e ervas daninhas.

Para saber mais sobre os benef√≠cios da aduba√ß√£o verde na fruticultura, acessem o conte√ļdo dedicado √† cultura no site da Sementes Pira√≠, clicando aqui. E se voc√™s desejarem adquirir as sementes para iniciarem suas tarefas verdes, contem com a comodidade da compra online, assegurados pela qualidade e certifica√ß√£o. Conhe√ßam a EcoSeeds, o¬†e-commerce da Sementes Pira√≠.