Archive for the ‘agricultura familiar’ Category

São Paulo não é só selva de pedra, é selva de produção

sexta-feira, outubro 20th, 2017

horticulturasp_sementespirai

Difícil imaginar que a capital do estado de São Paulo, em meio a tanto concreto e urbanização, reserve algum espaço para a produção agrícola. Mas, se procurarmos bem e agora, com o incentivo da Prefeitura, vamos poder conferir o processo produtivo da grande metrópole da América Latina.

Trata-se de uma a√ß√£o assinada pela Secretaria Municipal de Trabalho que est√° ajudando a agricultura desenvolvida em Parelheiros, bairro do extremo sul da cidade. A produ√ß√£o vai al√©m de uma fonte de renda e emprego, mas sim um grande contribui√ß√£o para o meio ambiente e um fator muito favor√°vel contra a ocupa√ß√£o urbana irregular, pontua o agr√īnomo da prefeitura, Cristiano Mendes. (mais…)

Gestão que gera renda no agronegócio familiar!

quarta-feira, outubro 11th, 2017

36a69f071e48cd7d5a58b8281f4ff23c

O agroneg√≥cio familiar √© uma atividade quem vem se popularizando nos √ļltimos anos por todo o pa√≠s, por√©m o sucesso da a√ß√£o esbarra num quesito chamado gest√£o. A falta dela implica na desorganiza√ß√£o da propriedade enquanto sistema econ√īmico e o que muitas vezes acontece √© o uso equivocado do dinheiro, comprometendo a renda familiar. Mas essa n√£o √© a realidade de alguns produtores familiares catarinenses.

Gra√ßas ao Programa Propriedade Sustent√°vel em uma d√©cada foi poss√≠vel aumentar a renda, em quase 30%, dos 24 agricultores que toparam encarar o desafio da gest√£o do agroneg√≥cio familiar. Al√©m da renda, o tamanho da √°rea plantada tamb√©m subiu, de 11,5 para 13,3 hectares, cultivando especialmente cebola, pastagem nativa e soja. A diversifica√ß√£o √© a grande chave da a√ß√£o, pois ela √© um dos fatores que contribu√≠ram sensivelmente para esse super√°vit de renda. (mais…)

Agricultura familiar do MT testa cultivo agroecológico de feijão

quarta-feira, setembro 20th, 2017
Sistema agroecológico de cultivo do feijão é uma UD em teste pela Empaer/MT.

Sistema agroecológico de cultivo do feijão é uma UD em teste pela Empaer/MT.

O Assentamento Caet√©, localizado no munic√≠pio de Diamantino/MT, foi o escolhido pela Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assist√™ncia e Extens√£o Rural (Empaer-MT), em parceria com o Instituto Agron√īmico de Campinas (IAC) e a Embrapa para o desenvolvimento do projeto de cultivo agroecol√≥gico de feij√£o. Seu objetivo √© refor√ßar o cultivo dessa leguminosa pela agricultura familiar.

A Unidade Demonstrativa (UD) est√° aportando 13 variedades do feijoeiro comum como carioca, rajado, roxo e preto, enquanto 15 outros produtores do mesmo assentamento testam duas variedades rec√©m lan√ßadas pela Embrapa, a BRS Estilo e a BRS Madrep√©rola. Tal a√ß√£o conta com apoio financeiro do Instituto Votorantim, em parceria com a Empaer-MT, visando a retomada do policultivo. (mais…)

Conhecimento que cuida do futuro: Projeto Pezinho na Terra em Alta Floresta/MT

sexta-feira, maio 5th, 2017
Imagem: Watson

Imagem: Watson Costa Santos.

Iniciativa conta com a ajuda da adubação verde para o desenvolvimento de hortas escolares

Watson Costa Santos √© mais um exemplo de adubador do futuro! Exemplo esse que juntou sua iniciativa com a proposta da nossa adubadora, Sementes Pira√≠, em garantir que o conhecimento sustent√°vel agr√≠cola ter√° continuidade pelas pr√≥ximas gera√ß√Ķes.

Ele √© o coordenador do Pezinho na Terra, desenvolvido na cidade matogrossense de Alta Floresta. As escolas Vicente Francisco e Ludovico da Riva Neto, respectivamente municipal e estadual, s√£o as incubadoras do projeto, que visa apresentar o cultivo sustent√°vel das hortas para as crian√ßas, levando a pr√°tica da terra para a sala de aula e claro, promovendo o repasse de conhecimento √†s fam√≠lias de cada aluno participante. (mais…)

Agricultor familiar, atenção aos descontos do mês de abril!

segunda-feira, abril 17th, 2017
Cebola, manga, trigo e batata s√£o algumas das culturas beneficiadas pelo b√īnus neste m√™s.

Cebola, manga, trigo e batata s√£o algumas das culturas beneficiadas pelo b√īnus neste m√™s.

A portaria 241, publicada no Di√°rio Oficial da Uni√£o (DOU) no √ļltimo dia 11, trouxe boas novas aos produtores familiares de batata, cara/inhame e de mais sete outras culturas. Trata-se do b√īnus do Programa de Garantia de Pre√ßos para a Agricultura Familiar (PGPAF) vigente neste m√™s.

O b√īnus certifica descontos, ou seja, o abatimento em parcelas de financiamentos do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura familiar (Pronaf), no per√≠odo compreendido de 10 de abril a 09 de maio (ainda restam mais de 20 dias desse prazo). (mais…)

Adubação Verde x nematoides na cultura do quiabo

sexta-feira, abril 7th, 2017
Adubação Verde é opção eficiente de controle de nematoides de galha nos quiabeiros, aponta pesquisa paulista - Imagem: Divulgação.

Adubação Verde é opção eficiente de controle de nematoides de galha nos quiabeiros, aponta pesquisa paulista РImagem: Divulgação.

Pesquisadores do IAC, da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA), Polo de Andradina, e da Coordenação de Assistência Técnica Integral (CATI), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de S.Paulo (SAA) tem estudado como controlar a incidência dos nematoides de galha na cultura do quiabo. E os resultados apontam o manejo com crotalária no pré-cultivo como opção eficaz e 100% parceira do meio ambiente.

No fim do ano passado os dados preliminares da pesquisa foram divulgados, mostrando que a ado√ß√£o da t√©cnica reduz em torno de 90% a incid√™ncia do nematoide no per√≠odo de pr√©-plantio, impactando positivamente a cultura posterior da hortali√ßa. Todo o trabalho acontece no munic√≠pio de Gabriel Monteiro, 550 km distante da capital do estado. (mais…)

Mandioca: a “menina dos olhos” dos pequenos produtores de Palmas/TO!

segunda-feira, novembro 28th, 2016
Dia de campo sobre a cultura da mandioca - Imagem: L√ļcia Brito.

Dia de campo sobre a cultura da mandioca – Imagem: L√ļcia Brito.

Desde meados de agosto, pequenos produtores do assentamento PA S√≠tio em Palmas/TO tem aprendido sobre os benef√≠cios do cultivo da mandioca, por meio de um projeto do Ruraltins iniciado com um dia de campo sobre tal cadeia produtiva. O objetivo √© tornar o cultivo popular entre a agricultura familiar, aumentando o “leque” de renda desses agricultores.

A produ√ß√£o de mandioca no Tocantins vem crescendo gradativamente ao longo dos anos. S√≥ em 2016 a proje√ß√£o √© de 23 mil hectares de √°rea plantada, colhendo aproximadamente 408 mil toneladas. Para o pequeno produtor o trabalho da extens√£o agr√≠cola √© justamente mostrar os benef√≠cios da cultura, apontando a lucratividade do cultivo. (mais…)

Alface “pra mais de metro”!

quinta-feira, novembro 24th, 2016
Seu Floriano mostra parte da sua produção de alface - Imagem: Divulgação.

Seu Floriano mostra parte da sua produção de alface РImagem: Divulgação.

Seu Floriano √© um produtor de alface que tem sua propriedade localizada em Claro dos Po√ß√Ķes, norte de Minas Gerais. A cidade tem sua economia puxada basicamente pela agricultura familiar e esse √© um dos relatos mais comuns em cidade pequenas por todo o pa√≠s. Seria um relato comum se n√£o fosse o fato da produtividade alcan√ßada pelo produtor em seu cultivo de alface…

O produtor e sua esposa colhem em m√©dia 600 p√©s de alface por dia que abastecem tanto a Central de Abastecimento do Norte de Minas (Ceanorte), quanto supermercados da cidade e das redondezas. O trabalho √© puxado: inicia-se as 06h da manh√£ e vai terminar tarde da noite. O trabalho com as hortali√ßas come√ßou em fevereiro, quando seu Floriano foi buscar as primeiras mudas em Caranda√≠. Por√©m, a falta de instru√ß√£o fadou o come√ßo da empreitada em preju√≠zo. (mais…)

O potencial de crescimento da produção alimentícia do país!

quarta-feira, novembro 23rd, 2016
Segundo a OCDE o Brasi pod eultrpassar a meta de crescimento produtivo até o final da déacada - Imagem: Divulgçaão.

Segundo a OCDE o Brasil pode ultrapassar a meta de crescimento produtivo até o final da década РImagem: Divulgação.

O Brasil √© considerado pela FAO-ONU um dos pa√≠ses mais respons√°veis por alimentar o mundo nos pr√≥ximos anos. Tal afirma√ß√£o √© reiterada pela Organiza√ß√£o para Coopera√ß√£o e Desenvolvimento Econ√īmico (OCDE) que pontua que o pa√≠s poder√° crescer, em termos produtivos, at√© 40% no final dessa d√©cada, superando assim a necessidade de crescimento de 20% para atender a demanda mundial aliment√≠cia desse mesmo per√≠odo.

Para tanto √© preciso que o pa√≠s fique de olho em alguns pontos destacados pelo coordenador da GV Agro, Roberto Rodrigues, como a concep√ß√£o de pol√≠ticas p√ļblicas estrat√©gicas destinadas √†s √°reas agr√≠cola e agroindustrial. Para ele √© necess√°rio uma maior institucionaliza√ß√£o dessa a√ß√£o, para que ela se torne mais ampla e possua maior assertividade. (mais…)

A força das cooperativas paranaenses!

terça-feira, novembro 22nd, 2016
A CooperTijucas é uma das 220 cooperativas do estado do Paraná - Imagem: Hugo Haranda/Gazeta do Povo.

A CooperTijucas é uma das 220 cooperativas do estado do Paraná РImagem: Hugo Harada/Gazeta do Povo.

O Paran√° vem mostrando que a for√ßa das cooperativas vai muito al√©m de seus nomes, indicando a prosperidade econ√īmica e produtiva de seus cooperados. Atualmente, s√£o mais de 1 milh√£o e 200 mil produtores associados a diversas cooperativas do estado. A movimenta√ß√£o indica os bons ventos que esse setor representa para a economia agr√≠cola do Paran√°: 60% da produ√ß√£o agropecu√°ria, com crescimento anual de 20% e rendimento na casa dos 60 milh√Ķes de reais.

Mais de 6500 eventos destinados √† capacita√ß√£o do produtor aconteceram somente no ano passado. Muitos deles com enfoque na for√ßa jovem de trabalho, visando desmistificar a situa√ß√£o que o “campo n√£o d√° futuro”. Com as capacita√ß√Ķes os jovens perceberam o tamanho do projeto contido na sucess√£o familiar e como a ajuda deles √© de extrema import√Ęncia para melhor qualificar o trabalho feito por seus pais e av√≥s, pontua F√°tima da Costa, gerente de produ√ß√£o da Ocepar.

Um exemplo de sucesso na quest√£o da sucess√£o familiar est√° na propriedade da fam√≠lia Borrasca. O patriarca, Raul, est√° h√° quase quatro d√©cadas na mesma propriedade e hoje j√° conta com a ajuda do neto, Lucas, de 20 anos, como t√©cnico agr√≠cola. Seu trabalho, al√©m de melhorar a propriedade √© trocar experi√™ncias com o av√ī, partilhando de todos os benef√≠cios que a propriedade est√° oferecendo.

O ano de 2016 marcou a capacita√ß√£o com enfoque na mulher do campo. 46% dos cooperados paranaenses s√£o mulheres e boa parte desse n√ļmero s√£o jovens. Por isso, a import√Ęncia de qualificar e estimular o empreendedorismo dessas produtoras. Nas 220 cooperativas do estado, uma ou mais atividades foram destinadas a esse p√ļblico.

#adubarofuturo √© isso: acreditar que a capacita√ß√£o √© o primeiro passo para melhorar e apresentar novas oportunidades √†s propriedades familiares. Lapidar talentos escondidos por tr√°s dos jovens √© a for√ßa necess√°ria para assegurar a continuidade saud√°vel dessas produ√ß√Ķes.

Fonte: G1.

Mais um estímulo para a produção familiar

Está por dentro da novidade da Eco Seeds, a maior loja online de sementes para adubação verde do país?

Pois bem, agora você pode comprar suas sementes de adubos verdes em quantidade de cinco quilos, pagando um preço acessível ao seu bolso.

Você não tem mais desculpa pra não levar todos os benefícios da adubação verde para a sua propriedade né? Acesse aqui e saiba mais!

Eco Seeds apresenta embalagem de cinco quilos de sementes para adubação verde

segunda-feira, novembro 7th, 2016

Nova embalagem foi desenvolvida a partir de pesquisa e visa atender a agricultura familiar

embalagem5kgs_ecoseedsA Eco Seeds, primeira loja virtual exclusivamente destinada para a comercialização de sementes para adubação verde do país e marca registrada da Sementes Piraí, apresenta uma novidade atendendo ao pedido dos produtores: a embalagem de cinco quilos de sementes para adubação verde.

A empresa realizou uma pesquisa entre os meses de junho e agosto para conhecer melhor os produtores, bem como entender seu comportamento de compra e suas necessidades. A pesquisa mapeou o interesse em comum por uma embalagem menor, que além de baratear o frete, também facilitará:

  • o transporte e diminui o risco eventual de perdas;
  • a distribui√ß√£o para produtores familiares;
  • o armazenamento tanto em pontos de venda, quanto nas propriedades;
  • o manejo e por sua vez, a composi√ß√£o mais adequada para uso.

(mais…)

Produção autossustentável no RS!

terça-feira, outubro 18th, 2016
Registro da ação - Imagem: Emater/RS-Ascar.

Registro da ação РImagem: Emater/RS-Ascar.

Se alimentar melhor significa, em primeira ordem, produzir de forma mais sustentável. Partindo desse pressuposto no Encontro Municipal da Mulher de Cambará do Sul, os técnicos da Emater/RS-Ascar estiveram no final de julho na comunidade São Gonçalo, demonstrando técnicas de implantação e manutenção de hortas e pomares domésticos.

Cerca de 15 moradores estiveram observando de perto as explica√ß√Ķes dos t√©cnicos sobre a forma√ß√£o e a melhor condu√ß√£o de uma produ√ß√£o autossustent√°vel de hortali√ßas e frutas. Mais uma vez, o cerne da capacita√ß√£o enfocou a sa√ļde alimentar.

(mais…)

Workshop da Mulher Empreendedora Rural da Serra Catarinense

segunda-feira, outubro 17th, 2016
Imagem: Epagri-SC.

Imagem: Epagri-SC.

Amanhã, dia 18, a Associação Atlética Banco do Brasil (AABB) de Lages/SC recebe o Workshop da Mulher Empreendedora Rural da Serra Catarinense, que acontecerá das 08h às 17h e conta com o apoio do Programa SC Rural. A Epagri espera 150 agricultoras para discutir o empoderamento da mulher trabalhadora do meio rural.

O p√ļblico foi selecionado partindo do crit√©rio das a√ß√Ķes empreendedoras que realizam em suas propriedades indo al√©m da pr√≥pria agricultura, como turismo rural, queijaria, panifica√ß√£o, doces, entre outros tipos de servi√ßos. Andr√©ia de F√°tima de Meira Batista Schlickmann, extensionista social da Epagri em Lages, explica que o evento quer refor√ßar as boas iniciativas femininas como diferencial na agrega√ß√£o de valor nos servi√ßos e produtos oriundos do campo na regi√£o da Serra. (mais…)

Agricultura familiar brasileira nos olhos do mundo!

quarta-feira, outubro 5th, 2016
O FIDA financia projetos que levem desenvolvimento de forma sustentável à agricultura familiar - Imagem: MDA/FIDA/Ubijara Machado.

O FIDA financia projetos que proporcionem desenvolvimento de forma sustentável à agricultura familiar РImagem: MDA/FIDA/Ubijara Machado.

Kanayo F. Nwanze, Presidente do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agr√≠cola (FIDA/ONU), afirmou que o Brasil tem muito a ensinar ao mundo sobre agricultura familiar e sua import√Ęncia. A declara√ß√£o foi dada em meados de junho na v√©spera de sua visita ao pa√≠s.

Nwanze pontuou que a agricultura familiar¬† tem peso importante para a alimenta√ß√£o do pa√≠s, cen√°rio esse refor√ßado com o dado de que 70% dos g√™neros aliment√≠cios consumidos pelo mercado interno s√£o produzidos pelo setor. Mais uma comprova√ß√£o de que a agricultura familiar tem condi√ß√Ķes suficientes para ajudar na tarefa de alimentar o mundo.

A visita do presidente do FIDA teve endere√ßo certo, duas cooperativas financiadas pelo fundo no Estado da Bahia. Segundo Kanayo, a parceria do Fundo com o pa√≠s j√° passa de tr√™s d√©cadas e trabalha para reduzir a pobreza e transformar as √°reas rurais em produ√ß√Ķes sustent√°veis, que colaboram para a produtividade e rentabilidade dos produtores. Al√©m disso, o FIDA atua no compartilhamento de inova√ß√Ķes desenvolvidas no Brasil para o resto do mundo, como m√©todos de produ√ß√£o org√Ęnica e agroecol√≥gica, coleta de √°gua e tecnologias de conserva√ß√£o e metodologias de planejamento participativo. (mais…)

Org√Ęnicos em evid√™ncia no Alto Tiet√™!

sexta-feira, setembro 30th, 2016
A cebola org√Ęnica √© um dos destaque na produ√ß√£o de Victor Cezarini, em Suzano/SP - Imagem: Divulga√ß√£o.

A cebola org√Ęnica √© um dos destaque na produ√ß√£o de Victor Cezarini, em Suzano/SP – Imagem: Divulga√ß√£o.

Os munic√≠pios paulistas de Suzano e Mogi das Cruzes apostaram na produ√ß√£o org√Ęnica e agora j√° come√ßaram a colher os bons frutos dessa decis√£o. Mesmo com a crise os produtores constataram aumento no faturamento. A associa√ß√£o de agricultores de Mogi das Cruzes pontua que o movimento do setor √© crescente e a demanda acompanha essa a√ß√£o.

O trabalho da Associa√ß√£o de Produtores Org√Ęnicos conta com dez associados que se planejam para produzir, programando o cultivo conforme a sazonalidade do produto. Como mercado comprador est√° a pr√≥pria regi√£o, a capital, o litoral e os munic√≠pios do ABC.

A produ√ß√£o org√Ęnica tem como base o cuidado com o solo, auxiliando e diminuindo o problema dos cultivares com o ataque de doen√ßas e plantas daninhas, afirma Agnaldo Firmo Alves, um dos produtores associados. Em sua propriedade ele mant√©m canteiros com cebolinha e r√ļcula plantadas juntas, dificultando o aparecimento dessas pragas. (mais…)