29nov/161

Algodão: como aumentar sua produtividade?

Inserido em Adubação Verde, Adubar o Futuro, Agricultura, agronegócio, Algodão, Biomassa, cobertura vegetal, Crotalária, Nematoides, Pesquisa, Piraí Sementes, Sustentabilidade, tecnologia por Admin em 29 de novembro de 20161 Comment »
Campo de pesquisa da Embrapa, localizado na - Imagem: Fabiano Perina/Portal DBO.

Campo de pesquisa da Embrapa, localizado no campo experimental da Fundação Bahia – Imagem: Fabiano Perina/Portal DBO.

Uma pesquisa da Embrapa, que está sendo realizada no campo experimental da Fundação Bahia, está comprovando que o uso de plantas de cobertura pode elevar a produtividade do algodoeiro em até 30% em comparação ao sistema tradicional de cultivo, a monocultura. O estudo quer demonstrar os benefícios das plantas de cobertura na melhoria dos atributos físicos e químicos do solo, o que resulta em melhor aproveitamento da água e maior produtividade da fibra para a cultura comercial.

Júlio Bogiani, responsável pela condução da pesquisa, ressalta os benefícios das plantas de cobertura para a conservação do solo e da água, mantendo a produção superior, mesmo em condições adversas. A região Oeste da Bahia, segundo o pesquisador, vem sofrendo ao longo dos últimos anos com os veranicos prolongados, o que está ocasionando a perda de produtividade das lavouras de algodão.

Logo, a adoção de práticas como o SPD (Sistema Plantio Direto) e o uso de plantas de cobertura podem minimizar essas adversidades climáticas, uma vez diminuem as perdas de água por evaporação e aumenta-se a concentração de água no solo. Nos quatro anos de pesquisa, todas as áreas cultivadas em SPD apresentarem impacto quase zero pelo fator climático e aumento de produtividade.

O que foi feito na safra 2014/15?

Foram cultivadas duas áreas de mesmo tamanho: uma com algodão e outra com soja. Na área cultivada com soja, imediatamente após a colheita dos grãos, ocorreu a dessecação visando o controle das plantas daninhas. Em seguida, foram implantadas cinco opções de plantas de cobertura para formação de biomassa, assim divididas: uma área somente com braquiária ruziziensis e as outras quatro com braquiária ruziziensis em linhas alternadas com sorgo granífero, crotalária-ochroleuca, crotalária-spectabilis e guandu-anão.

Após a ação a colheita rendeu em produtividade, chegando a 5.493 quilos de algodão em caroço por hectare na área em que foram cultivadas as plantas de cobertura. Além do aumento da produtividade, as plantas de cobertura agem melhorando o sistema produtivo da propriedade: minimizando pragas, plantas daninhas, doenças e nematoides. Elas também clicam nutrientes e aumentam a capacidade do solo em reter água.

Ou seja, os benefícios em utilizar plantas de cobertura não só foram observados na teoria, como comprovados na prática dessa pesquisa feita no Oeste Baiano, um dos maiores polos cotonicultores do país. Cabe agora, continuar os estudos para incentivar os produtores de algodão a implantar tal medida sustentável e comprovadamente rentável em suas propriedades.

Fonte: Portal DBO.

Torne seu algodoeiro mais sustentável com adubação verde

Como vimos acima o uso de plantas de coberturas é uma ação, comprovada, para a melhoria dos atributos do solo que impactam positivamente a produtividade da cultura.

Conheça todos os benefícios da adubação verde em prol de um cultivar mais sustentável e altamente rentável e saiba como realizar essa tarefa no seu algodoeiro, clicando aqui.

Tags: , , , , , , , , , , , , , ,

One Response to “Algodão: como aumentar sua produtividade?”

  1. janete disse:

    muito bomo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>