12abr/170

6 maneiras de por fim à compactação do solo

Inserido em Adubação Verde, Adubar o Futuro, Agricultura, agronegócio, Consciência Verde, Informação, Piraí Sementes, Recuperação de áreas degradadas, Recuperação de solos, Rotação de culturas, Sustentabilidade, tecnologia por Admin em 12 de abril de 2017No Comments »

Olá Adubadores! Continuamos com nossa série de conteúdos sobre conservação do solo: problemas e soluções. Hoje, traremos não só uma, mas seis maneiras para evitar a compactação. Lembrando que no próximo dia 15 é o Dia da Conservação do Solo.

compacatcao_solos_sementes_pirai_adubarofuturo

Já mencionamos aqui a ameaça que a compactação oferece para o futuro das atividades agrícolas. Hoje, por sua vez, é chegado o momento de mostrar como prevenir essa dor de cabeça. E as diretrizes que apresentaremos a seguir vem diretamente dos EUA, mais precisamente da Ohio State University, que durante 30 anos pesquisou sobre o tema.

Vale mencionar que é muito difícil estimar com precisão as perdas causadas pela compactação, porque os rendimentos da cultura comercial sofrem a ação de variáveis como o tipo de solo, as condições climáticas e até a opção de rotação de culturas adotadas pelo produtor. Basicamente, os pesquisadores norte-americanos estimaram um perda média de 5 à 10%.

Sem mais delongas, confira as dicas para manter o solo saudável e livre da compactação:

1) Diminua as lavragens: segundo os pesquisadores, lavrar a terra em demasia pode destruir as raízes e a matéria orgânica ativa do solo, responsáveis por sua porosidade. O ideal é reduzir esse tipo de ação, optando por realizá-la de uma forma menos agressiva, usando implementos menos prejudiciais (exclua os discos dessa lista, por exemplo).

2) “Passeie” menos pela lavoura: os pesquisadores de Ohio alertam para o problema que o excesso de trânsito (máquinas) pode causar no solo. A pesquisa americana pontuou que quase 80% do solo compactado fica dessa maneira com apenas a primeira passagem pela lavoura. A ideia aqui é optar pelo tráfego controlado, ainda que a eficiência seja um pouco comprometida.

3) Lembre-se da “lei da física”: quanto menor for a força que você aplica na terra, maior será a chance dela se manter estável e consequentemente, saudável. A lógica se dá pela diminuição das cargas sob os eixos e da pressão dos pneus. A compactação está intrinsecamente relacionada ao peso que a terra “suporta”. Divida o peso entre os eixos, faça o mesmo caminho que a colheitadeira anterior fez e opte por pneus com melhor flexão.

4) Não ande sob o terreno úmido: a compactação do solo é maior nessas condições, haja visto que o adensamento (pelo água contida na terra) é maior.

5) Opte pela rotação de culturas: diversificação na lavoura significa executar a manutenção do solo de diferentes formas, ou seja, cada cultura escolhida vai ciclar e reciclar os nutrientes da terra, balancear sua porosidade e devolver ou aprimorar o melhor de suas condições físicas, químicas e biológicas. Além disso, há o ganho comercial implícito.

6) Considere a subsolagem: a pesquisa americana conferiu efeitos positivos com a adoção da técnica em comparação aos solos compactados. Mas os estudiosos de Ohio alertam que para escolher essa opção, o produtor precisa estar ciente 100% do problema e estar comprometido a mudar a gestão da terra, para aí sim aplicar a subsolagem e começar o cultivo do zero.

A pesquisa se baseou, evidentemente, em observações feitas em produções norte-americanas. Mas os pontos observados podem ser aplicados aqui, uma vez que usamos dos mesmos conceitos e procedimentos. Fica claro que evitar ou reverter a compactação envolve uma mudança de atitude do produtor, que passa a enxergar o solo como componente da fórmula “mágica” da produtividade e não como mero receptor de sementes.

Fonte: SF Agro.

Trate a compactação do seu solo com adubação verde

Você sabia que a adubação verde é uma das medidas corretivas para o cenário de compactação, devolvendo a saúde do solo e sua capacidade produtiva? E pode ser utilizado na adoção de rotação de culturas ou até mesmo na subsolagem?

Pois bem, você já pode levar a sustentabilidade lucrativa para a sua produção. Basta conhecer as necessidades da sua lavoura e utilizar a adubação verde de maneira eficaz. Se quer saber como fazer rotação de culturas em áreas produtoras de grãos, clique aqui. Já para conhecer o adubo verde que promove subsolagem, acesse este link.

Para obter outras informações sobre cuidados com o solo com adubação verde, cadastre-se na Central do Adubador no site da Sementes Piraí, nossa adubadora.

 

 

 

Tags: , , , , , , , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>